Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/809
Title: Mecanismos vasculares e plaquetares na hipertensão arterial induzida pela ciclosporina A : prevenção com um dador de NO - o 5-mononitrato de isossorbido
Authors: Reis, Flávio Nelson Fernandes 
Orientador: Almeida, Carlos Costa
Keywords: Ciclosporina -- efeitos adversos; Hipertensão arterial
Issue Date: 6-Oct-2006
Abstract: A ciclosporina A (CsA) é ainda hoje uma das principais escolhas na prevenção da rejeição de enxertos em doentes transplantados. Não obstante o sucesso terapêutico demonstrado, a utilização clínica deste fármaco está condicionada pelos graves efeitos secundários que origina, designadamente o desenvolvimento de hipertensão arterial (HTA), a qual pode comprometer o sucesso e a longevidade do transplante. O modelo animal experimental, previamente definido e caracterizado nos estudos iniciais deste Grupo de Investigação, demonstrava a existência de hiperreactividade vascular sistémica e hiperactivação plaquetar, nas quais a atenuação da via vasodilatadora L-arginina-NO-GMPc poderia ter um papel capital. Neste contexto, o principal objectivo da presente dissertação foi a avaliação das potencialidades de dois tratamentos, um preventivo e outro curativo, com o fármaco 5-Mononitrato de Isossorbido (Is-5-Mn), um nitrato orgânico já usado na prática clínica em algumas situações patológicas do foro cardiovascular, para prevenir e atenuar ou reverter a HTA induzida pela CsA e as modificações bioquímico-funcionais e estruturais a nível vascular e plaquetar a ela subjacentes, tendo por base as alterações em alguns dos principais mecanismos relacionados com a fisiopatologia desta HTA. Os dados experimentais obtidos sugerem claramente que as disfunções da via NO-GMPc originadas pela CsA, mais do que qualquer outra contribuição coexistente, deverão ter um papel crucial nas alterações fisiopatológicas associadas à HTA induzida pela CsA. O tratamento com o nitrato Is-5-Mn, como modulação farmacológica desta via, poderá ser uma opção terapêutica válida para a prevenção da referida HTA e das desregulações morfofuncionais vasculares e plaquetares, se aplicado nas circunstâncias apropriadas: antes de ocorrer redução da capacidade vasodilatadora por atenuação da via do NO-GMPc e subsequente aumento da toxicidade. Contudo, será indispensável uma avaliação criteriosa do impacto cardiovascular da terapêutica com o Is-5-Mn, tendo em conta o seu efeito nefasto quando administrado em circunstâncias favoráveis à formação de espécies reactivas, como é o caso da administração após a CsA e estando as alterações fisiopatológicas por ela desencadeadas já instituídas.
Description: Tese de doutoramento em Ciências Biomédicas apresentada à Fac. de Medicina de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/809
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

351
checked on Jul 7, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.