Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/568
Title: Polimorfismo de compostos orgânicos. Polimorfos da terfenadina.
Authors: Lage, João Carlos Canotilho 
Orientador: Leitão, Maria Luísa Planas
Keywords: Tecnologia Farmacêutica; Tecnologia de Cristais
Issue Date: 1999
Citation: Polimorfismo de compostos orgânicos. Polimorfos da terfenadina. 1 vol., Coimbra, ed. aut. 1999, 158 p.
Abstract: Amostras de terfenadina, 1-(4-tert-butilfenil)-4-[4'-(difenil-hidroximetil)-1'-piperidil] butan-1-ol, obtidas por cristalização em solução foram estudadas com vista à identificação e caracterização de formas polimórficas. Os solventes empregues na preparação das soluções foram, metanol, etanol, misturas de etanol-água, acetona e ciclohexano. A cristalização foi realizada por evaporação do solvente, e por abaixamento de temperatura. Os principais métodos usados nesta investigação foram, a calorimetria de varrimento diferencial, a termomicroscopia, a calorimetria de solução, a espectrofotometria no infravermelho e a difracção de raios-X. Todos estes métodos fornecem dados importantes para a caracterização de estruturas e das transformações ocasionadas por variação da temperatura. O estudo de calorimetria de varrimento diferencial baseia-se na temperatura das transições e no valor da entalpia envolvida. As curvas correspondentes à fusão foram decompostas nas curvas dos componentes da mistura por desconvolução computacional. A termomicroscopia fornece informações que auxiliam a interpretação dos resultados obtidos por calorimetria de varrimento. Os valores da entalpia de solução a diluição infinita, em metanol ou em etanol, permitem destrinçar as diferentes formas estruturais. A variação daquela função com a concentração mostra diferenças de comportamento dos solventes que são de interesse inegável para a interpretação dos processos de cristalização. Os espectros de infravermelho da terfenadina foram registados a diferentes temperaturas desde 20 a 180ºC. O estudo das modificações estruturais devidas à variação da temperatura foi feito com base no deslocamento das bandas de vibração de elongação dos grupos OH. O estudo de raios-X baseou-se nas figuras de difracção de pó. A maioria das amostras obtidas pelas técnicas de cristalização empregues são misturas de formas cristalinas, contendo, por vezes, formas cristalinas metaestáveis e formas amorfas. Identificaram-se três formas cristalinas como polimorfos da terfenadina. Além das formas acabadas de referir caracterizou-se, ainda, a fase vítrea resultante do arrefecimento da terfenadina líquida.
URI: http://hdl.handle.net/10316/568
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 20

577
checked on Sep 15, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.