Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/26050
Title: O Ruído nas escolas
Authors: Branco, Elisabete Rainho Pereira 
Orientador: Lança, Isabel Cristina Gaspar Pestana
Morais, António Morais Pinto Brochado
Keywords: Ruído; Saúde ocupacional; Serviços de saúde escolar; Factores de risco
Issue Date: 2013
Abstract: Desde há muito que se reconhece o ruído como um fator de risco ocupacional na saúde dos trabalhadores e os efeitos da sua exposição têm sido objeto de estudo para muitos investigadores. As escolas com a sua população específica deveriam ser um local saudável e de promoção de comportamentos salutares. Os possíveis efeitos da exposição ao ruido, em contexto escolar, poderão ser considerados um fator de risco para alunos e profissionais docentes e não docentes nas escolas. Com base nesta premissa, o presente trabalho teve como objetivo, avaliar os níveis sonoros existentes nos espaços comuns e refeitórios das escolas. Na perspetiva teórica, aborda-se o conceito de ruido e os seus efeitos sobre a saúde, tendo em conta que a sensibilidade individual ao ruido é um parâmetro subjetivo, e como tal, a sua mensuração implica a aplicação de instrumentos já validados, como a Weinstein’s Noise Scale (WNS). Na perspetiva empírica inicia-se a concretização deste trabalho com a seleção de Escolas Básicas do 2.ºe 3.º ciclos dos Distritos de Aveiro, Coimbra, Leiria e Viseu, tendo sido selecionadas 30 amostras. Foi medido o nível de exposição sonora durante os intervalos nos espaços interiores e durante o período do almoço nos refeitórios, sendo registado o nível sonoro contínuo equivalente ponderado A (LA,eq). Na metodologia utilizada foi elaborada uma ficha de caracterização para as escolas, a preencher localmente em cada avaliação feita (a qual permite recolher toda a informação necessária à caracterização das escolas para o estudo pretendido). O tipo e técnica de amostragem é probabilística aleatória estratificada e a dimensão da amostra é de 30 escolas. Face aos valores de nível sonoro encontrado nos locais estudados, podemos afirmar que o ruído existente nas escolas, é um potencial risco para a saúde da comunidade escolar, podendo efetivamente afetar a aprendizagem e aumentar a agressividade nas escolas. Não foi possível estabelecer relação entre a tipologia dos estabelecimentos de ensino e os níveis sonoros existentes nas zonas interiores dos polivalentes e nos refeitórios, a proveniência dos alunos, a existência de controlo na entrada dos refeitórios e dos vigilantes existentes no seu interior. A exposição ao ruído da comunidade escolar de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) pode causar danos psico-fisiológicos.
URI: http://hdl.handle.net/10316/26050
Rights: openAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese de Mestrado em Saúde Ocupacional_O RUÍDO NAS ESCOLAS_El.pdf3.02 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 5

1,420
checked on Sep 21, 2020

Download(s) 1

9,687
checked on Sep 21, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.