Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/99297
Title: Cidades Educadoras: Análise de Boas práticas Educativas para o Desenvolvimento Humano Sustentável
Other Titles: Educating Cities: Analysis of Good Educational Practices for Sustainable Human Development
Authors: Soares, Suzana Mourão
Orientador: Seixas, Ana Maria Magalhães Teixeira
Keywords: Cidade Educadora; Intencionalidade Educadora; Políticas Públicas; Sustentabilidade; Educating City; Intentionality in Education; Public Policy; Sustainability
Issue Date: 21-Dec-2021
Serial title, monograph or event: Cidades Educadoras: Análise de Boas práticas Educativas para o Desenvolvimento Humano Sustentável
Place of publication or event: FPCE - UC
Abstract: A presente dissertação surge da constante reflexão sobre os desafios emergentes no nosso quotidiano, nas nossas sociedades, nas nossas cidades. Expostos a todas as tensões que temos vivido nestes últimos tempos, torna-se agora, mais que nunca, imperativo pensar num futuro sustentável. As atuais crises humanitária, sociais, económicas e políticas, possuem uma influência direta na qualidade de vida de todos os indivíduos e inevitavelmente, nas gerações futuras. Idealizamos e lutamos diariamente para que seja possível alcançar um futuro sustentável, equitativo para as mais novas e promissoras gerações, educamos para uma sociedade mais justa, livre de preconceitos, de minorias, de discriminação e que luta pela igualdade de direitos, pela paz e pela liberdade, mas sabemos que esta é uma tarefa minuciosa, bastante complexa e certamente frágil. A instabilidade social torna-se muitas vezes difícil de acompanhar, não só pelas imprevisibilidades marcadas pela vida política e económica, como pelo contínuo avanço tecnológico e científico que criam determinadas tensões sociais. A única forma de conseguirmos acompanhar todas estas mudanças é através da educação, da transformação de comportamentos e consequente mudança. A educação está inerente em todo o lado, depende de todos, não só da família e da escola, mas de todos os atores sociais que pertencem à comunidade, sendo inevitavelmente uma responsabilidade social. A Cidade Educadora, enquanto espaço e meio privilegiado de convivência, possui uma intencionalidade educativa. Uma cidade é educadora quando assume a sua intenção educativa através da promoção de atividades, experiências e projetos que potenciem o desenvolvimento integral dos seus habitantes. No sentido de explorar de que forma pode uma cidade educar e refletir sobre as práticas educativas das Cidades Educadoras, apresenta-se no presente trabalho uma análise dos projetos premiados pela Associação Internacional das Cidades Educadoras e dos projetos/experiências destacados nos Boletins desta associação, disponibilizados pelo Banco Internacional das Cidades Educadoras nos últimos anos. Esta investigação documental tem como principal objetivo analisar as boas práticas dos projetos implementados pelas Cidades Educadoras nos últimos anos em Portugal.
This dissertation arises from the constant reflection on emerging challenges in our daily lives, in our societies, in our cities. Exposed to all the tensions we have been experiencing in recent times, it is now, more than ever, imperative to think about a sustainable future. The current humanitarian, social, economic and political crises have a direct influence on the quality of life of all individuals and, inevitably, on future generations. We idealize and fight daily so that it is possible to achieve a sustainable, equitable future for the youngest and most promising generations and we educate for a fairer society, free from prejudice, minorities and discrimination that fights for equal rights, peace and freedom, while acknowledging that it is quite a complex, thorough and fragile task. Social instability is often difficult to monitor, not only because of the unpredictability of political and economic life, but also because of the continuous technological and scientific advances that create certain social tensions. The only way we can keep up with all these changes is through education, behavior transformation and consequent change.Education is intersectional to everything around us and everyone contributes to it, not being limited to the family or educational establishments, resulting from various interventions by community members. An Educating City, as a privileged space and means of coexistence, has an educational purpose. A city is an educator when it assumes its educational intention through the promotion of activities, experiences and projects that enhance the essential development of its inhabitants.In order to explore how a city can educate and reflect on the educational practices of Educating Cities, this paper presents an analysis of the projects awarded by the International Association of Educating Cities and the projects/experiences highlighted in the Bulletins of this association, available by the International Bank of Educating Cities in recent years in Portugal. This research aims to analyze the good practices of projects implemented by Educating Cities in recent years in Portugal.
Description: Dissertação de Mestrado em Administração Educacional apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/99297
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_CidadesEducadoras_Final_SuzanaSoares.pdf910.25 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

32
checked on Aug 5, 2022

Download(s)

15
checked on Aug 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons