Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98351
Title: Qualidade de Vida em Indivíduos com Disforia de Género - Revisão Narrativa
Other Titles: Quality of Life in Gender Dysphoria Patients, a Revision of the Literature
Authors: Maleitas, Maria Manuel Vilar Guedes
Orientador: Santos, António João Ferreira de Macedo e
Oliveira, Sara Magano de
Keywords: Disforia de Género; Transgénero; Qualidade de Vida; Gender dysphoria; Transgender; Quality of Life
Issue Date: 27-May-2021
Serial title, monograph or event: Qualidade de Vida em Indivíduos com Disforia de Género - Revisão Narrativa
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introduction: Gender Identity is defined by the way the individual perceives their gender. In some cases, Gender Incongruence can occur, which means the biological sex does not match with the individual’s gender identity. Gender Dysphoria is a condition that happens when gender incongruence causes distress to the patient. Gender Dysphoria patients have a significantly lower quality of life comparing to general population, namely in physical and social domains.Objective: The present study pretends to conduct a revision of the literature, concerning the quality of life of patients with gender dysphoria, during their treatment procedures, with focus on the factors which cause a positive impact on these individuals.Materials and Methods: This research was conducted on the database Pubmed and included studies published between 2001 and 2021. The terms used on the search where related to ‘Gender Dysphoria’ and ‘Quality of Life’.Results: This revision included 57 studies, concerning the quality of life in transgender individuals, the impact of gender reassignment surgery, hormonotherapy, and the influence of age, sleeping problems, voice, and psychotherapy on the life of these patients.Discussion: Most of the studies showed that the quality of life in transgender is lower when compared to the cisgender population. Social and family support were one of the strongest predictors of quality of life in transgender individuals. Gender reassignment surgery and hormonotherapy significantly improved the quality of life of these patients when compared to pre-treatment values.Conclusion: The treatment offered to patients with gender dysphoria allows a greater congruence between the gender identity and the biological sex, and consequently a greater wellbeing and life satisfaction.
Introdução: A Identidade de Género é definida pela forma como o indivíduo perceciona, subjetivamente, o seu género. Em alguns indivíduos, pode verificar-se uma discrepância entre o sexo biológico e a identidade de género e esta incompatibilidade designa-se por Incongruência de Género. A Disforia de Género traduz-se no distress que a Incongruência de Género poderá causar ao doente. Os indivíduos com Disforia de Género têm uma qualidade de vida significativamente mais baixa, em comparação com a população geral, especialmente nos domínios físico e social. Objetivo: Realizar uma revisão narrativa da literatura disponível sobre a qualidade de vida dos pacientes com Disforia de Género, ao longo do seu percurso terapêutico, com ênfase nos fatores que poderão ter um impacto positivo nestes pacientes.Metodologia: Foi utilizada a base de dados eletrónica Pubmed e foram analisados os estudos publicados entre 2001 e 2021, utilizando vocabulário relacionado com os conceitos ‘disforia de género’ e ‘qualidade de vida’.Resultados: Foram incluídos 57 artigos nesta revisão, divididos por quatro temas principais: 1) qualidade de vida geral da população transgénero 2) qualidade de vida e hormonoterapia, 3) qualidade de vida e cirurgia de reatribuição sexual, 4) outros fatores relacionados com a qualidade de vida, nomeadamente a idade, a qualidade de sono, a voz e a psicoterapia.Discussão: A maioria dos estudos demonstra que a qualidade de vida da população transgénero é significativamente inferior à da população geral. Um dos preditores mais fortes de qualidade de vida nos indivíduos transgénero é a perceção de apoio social e familiar. A cirurgia de reatribuição sexual melhora a satisfação com a vida dos indivíduos transgénero, comparativamente aos valores pré-operatórios, bem como a hormonoterapia.Conclusão: Estas estratégias terapêuticas permitem uma maior congruência entre a identidade de género e o sexo do paciente e, consequentemente, maior bem-estar e satisfação.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98351
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE final.pdf596.4 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

62
checked on Aug 12, 2022

Download(s)

51
checked on Aug 12, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons