Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/97153
Title: Avaliação do Impacto das Regras Comportamentais em Rotundas
Authors: Domingues, Carolina Pereira Mesquita
Orientador: Seco, Álvaro Jorge da Maia
Silva, Ana Maria César Bastos
Issue Date: Jul-2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: As rotundas têm vindo a difundir-se um pouco por todo o mundo dado o seu excelente desempenho geral. Apesar disso, não existe a nível nacional um enquadramento legal adequado que defina regras e procedimentos de condução adaptados a este tipo de interseção e, que apoie, de forma clara, os condutores na sua tarefa de condução ao longo da aproximação e atravessamento, em função do movimento direcional pretendido. Este problema é significativamente agravado face a soluções com múltiplas vias de circulação, onde o número de conflitos tende a aumentar significativamente face à adoção de comportamentos erráticos por parte do condutor. Acresce que a necessidade de salvaguardar níveis elevados de capacidade, designadamente em meios urbanos, frequentemente obriga ao recurso a soluções com múltiplas vias, o que torna este problema ainda mais relevante e premente. As recentes alterações ao Código da Estrada, através da Lei n.º 72/2013 de 3 de setembro, paradoxalmente vieram agravar o problema, impondo práticas de condução que tendem a assumir sérias penalizações quer em termos de capacidade geral, quer mesmo potencialmente de segurança rodoviária da interseção, resultantes das próprias deficiências intrínsecas dos princípios regulatórios assumidos, e da deficiente interpretação e baixo nível de acolhimento das novas regras por parte dos condutores. Neste contexto, a presente dissertação centra-se na avaliação do impacte de diferentes regras e procedimentos comportamentais aplicados a rotundas com múltiplas vias de circulação, em termos de capacidade, dando particular ênfase às regras patentes na legislação em vigor. Para o efeito e em termos comparativos, são tidos em consideração o enquadramento legal e as boas práticas assumidas por diferentes países considerados benchmarking. O trabalho apoiou-se na aplicação de modelos de microssimulação, que depois de devidamente calibrados e validados, permitiram avaliar o efeito associado às diferentes regras comportamentais pré-selecionadas. Esse efeito foi quantificado em termos de capacidade da entrada e da rotunda, tendo por base um conjunto alargado de cenários de repartição da procura que procuraram avaliar o efeito associado à variação da carga de tráfego na rede e da repartição direcional na entrada. Foi possível concluir que o respeito pela atual legislação portuguesa em vigor se traduz numa redução muito significativa da capacidade da rotunda, quando comparada com a resultante da aplicação de outros esquemas de circulação, designadamente o inglês e o australiano. Concluiu-se ainda, que a adoção das atuais regras se refletem numa perda de desempenho comparativamente à legislação anterior, entretanto revogada.
Roundabouts have been spreading all over the world due to their excellent overall performance. Nevertheless, there is no appropriate national legal framework, which sets driving rules and adapted procedures to this type of intersection, that clearly supports drivers through their driving task along the approach and roundabout crossing, on the basis of the desired directional movement. This problem is significantly worsened as a result of solutions with multiple traffic lanes, where the number of conflicts tends to increase significantly due to the adoption of erratic driver’s behaviours. Moreover, the need to maintain high capacity levels, particularly in urban areas, often requires the use of solutions with multiple pathways, which makes this problem even more relevant and urgent. Recent changes to the Código da Estrada on Lei n.º 72/2013 de 3 de setembro, paradoxically have worsened the problem by imposing driving practices that tend to take serious penalties either in terms of overall capacity, or even potentially in security road intersection, resulting from its own intrinsic deficiencies of assumed regulatory principles, and also a poor interpretation and low level of acceptance of new driving rules by drivers. In this context, this dissertation focuses on the impact assessment for different rules and behavioural procedures applied to roundabouts with multiple traffic lanes, in terms of capacity, giving special emphasis to the applied rules in the current legislation. To achieve this end and for comparison purposes, legal framework and good practices undertaken by different countries considered benchmarking are taken into account. This work was based on a microsimulation models’ application, which once properly calibrated and validated, allowed to assess the effect associated with the different pre-selected behavioural rules. This effect was quantified in terms of entry capacity input and global roundabout capacity, based on a wide range of demand distribution scenarios that sought to assess the effect associated with the variation of the traffic load on the network and the directional entry distribution. It was concluded that respect for the current Portuguese legislation translates into a significant reduction of the roundabout's capacity compared to other circulation schemes application, namely English and Australian’s. It was also concluded that the adoption of the current rules are reflected in performance loss compared to previous legislation, since revoked.
Description: Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil na especialidade de Urbanismo, Transportes e Vias de Comunicação, apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/97153
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Eng.Civil - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação_Avaliação do Impacto das Regras Comportamentais em Rotundas.pdf3.42 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

21
checked on Aug 5, 2022

Download(s)

6
checked on Aug 5, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.