Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/95388
Title: O secessionismo catalão: génese e (r)evolução
Authors: Leitão, Fátima Marina Azevedo
Orientador: Valente, Isabel Maria Freitas
Amaral, Carlos Eduardo Pacheco
Keywords: Catalunha; Identidade; Autodeterminação; Independência; Secessionismo
Issue Date: 15-Jan-2021
Abstract: A presente tese tem como objeto de estudo concreto o secessionismo catalão e pretende contribuir para uma compreensão aprofundada da génese e evolução complexa, como também das metamorfoses e sentido ideológico da trajetória histórico-política deste fenómeno político e social que, hoje como ontem, continua de viva atualidade no seio do Estado espanhol. Com este intuito e com base em alargada investigação, desenvolve-se uma abordagem integrada que, permeada por uma atitude interrogante, estuda, por um lado, os fatores históricos, sociopolíticos e culturais que animam e concorrem a explicar a formação e a sedimentação da reivindicação catalã por independência e, por outro lado, quais os seus agentes impulsores e mobilizadores, impetus galvanizadores, mutações e continuidades político-ideológicas num período que vai desde as últimas décadas do século XIX até aos nossos dias. Transcorre-se, deste modo, todo um percurso histórico que, partindo do momento da gestação histórica do fenómeno analisado, termina no momento do seu recrudescimento recente. Perscrutar e interpretar o secessionismo catalão na longa duração, isto é, desde os seus fundamentos primários até aos anos mais recentes é, assim, o objetivo nodal deste estudo que tem nas temáticas das identidades coletivas, do lugar das pequenas nações e sua relação com os grandes estados os seus pontos de ancoragem. Neste quadro, as questões de pesquisa, orientadoras da investigação, que colocámos são estas: Quando e como surgiu o secessionismo catalão? Que fatores históricos, políticos e socioculturais promoveram uma tão radical mutação no plano da representação dos interesses da Catalunha no seio do Estado espanhol conducente à emergência e posterior recrudescimento deste fenómeno? O que é que o caracteriza de um ponto de vista histórico, político e social? Por outro lado, não podendo ignorar-se o prognóstico moderno do fim próximo dos Estados nacionais, das identidades que lhe estão associadas e do ideário nacionalista que postula que a cada nação deve corresponder um Estado próprio, perguntámos ainda: porquê que as vontades de autodeterminação nacionais e desejo criação de novos Estados soberanos (entre os quais uma República Catalã independente) não parecem ter perdido a atratividade de outras épocas históricas? Para responder a estas questões, que modelam a razão de ser da investigação realizada, principia-se, por via de uma articulada pluralidade de fontes, por uma análise histórica e diacrónica das formas de enquadramento político e social da vida coletiva e por traçar um itinerário sematológico que, com rigor, possibilite perceber do que falamos quando falamos de secessionismo em geral e de secessionismo catalão em particular. Em complementaridade aos núcleos teórico-conceptuais e visando-se um aprofundamento do tema de estudo, exploram-se as raízes da catalanidade, isto é, do conjunto de representações que a Catalunha, enquanto comunidade humana, construiu sobre si mesma e que conformam a ideologia sustentadora de uma consciência identitária diferenciada. É nesta última que vamos encontrar os antecedentes primários de dois dos fenómenos histórico-políticos mais marcantes da História política catalã: o nacionalismo e o secessionismo, os quais, partindo de um tronco comum – o catalanismo – prosseguem finalidades diferenciadas. A partir desta base, aprofunda-se uma análise que, no campo historiográfico, é uma exigência: questiona-se e analisa-se a história do secessionismo catalão, o seu percurso, as suas expressões, as tensões que, no passado e no presente, tem gerado e a sua atualidade. É este um estudo de natureza histórica que, em diálogo com a necessária interdisciplinaridade, exigiu a escrita desta tese em função de cinco traves metodológicas: uma descrição evolutiva; uma demonstração científica do sentido e da sequência dos eventos ocorridos; um equilíbrio entre protagonistas e contextos (internos e externos); uma dilucidação do carácter multicausal do fenómeno analisado e, por fim, uma narrativa sem ornamentações ligadas a uma visão essencialista quer da indissolúvel unidade de Espanha, quer do carácter nacional da Catalunha. A conclusão geral do estudo permite considerar que o secessionismo catalão tem uma historicidade própria de longa duração que transita, primeiramente, entre uma classe mais restrita de intelectuais catalães, ascendendo, posteriormente, ao mundo da política pela mão de formações e partidos políticos de esquerda republicana para eclodir, já neste século XXI, num movimento social de massas e num projeto político concreto de monta que coloca em questão a permanência do Estado espanhol como o conhecemos.
The present thesis takes catalan secessionism as its concrete object of study and aims to contribute to an in-depth understanding of the genesis and complex evolution, as well as the metamorphoses and ideological sense of the historical-political trajectory of this political and social phenomenon that, nowadays as in the past, remains alive into the spanish State. With this aim in mind and based on an extensive research, we developed an integrated approach that, permeated by an interrogative attitude, analyses, on one hand, the historical, socio-political and cultural factors that animate and contribute to explain the formation and sedimentation of the catalan claim for independence and, on the other hand, which are its impelling and mobilizing agents, galvanizing impetus, mutations and political-ideological continuities in a period that goes from the last decades of the 19th century to the present days. In this way, we explore a whole historical path that, starting from the moment of the historical gestation of the analyzed phenomenon, ends at the moment of its recent upsurge. To investigate and interpret Catalan secessionism in the long term, i.e., from its primary foundations to the most recent years, is thus the main objective of this study that has in the themes of collective identities, the place of small nations and their relationship with large states its anchor points. In this context, the research questions that we asked are the following: When and how did Catalan secessionism arise? What historical, political, and socio-cultural factors have promoted such a radical change in terms of representation of the interests of Catalonia within the spanish State, leading to the emergence and further upsurge of this phenomenon? What characterizes it from a historical, political, and social point of view? On the other hand, taking into account that the modern prognosis of the close end of national states, of the identities associated with them and of the nationalist ideology that postulates that each nation must correspond to its own state cannot be ignored, we also asked: why the wills of national self-determination and the desire to create new sovereign states (including an independent Catalan Republic) do not seem to have lost the attractiveness of other historical eras? In order to answer these questions, which shape the raison d'être of the carried out research, we begin, through an articulated plurality of sources, by a historical and diachronic analysis of the forms of political and social framing of collective life and by drawing a semantic itinerary that makes it possible to understand what we are talking about when we talk about secessionism in general and about Catalan secessionism in particular. As a complement to the theoretical-conceptual core and aiming to deepen the theme of study, we explore the roots of catalanity, i.e., the set of representations that Catalonia, as a human community, has built on itself and that conform to the ideology that sustains a differentiated identity consciousness. It is in this awareness that we will find the primary antecedents of two of the most striking historical-political phenomena in Catalan political history: nationalism and secessionism, which, starting from a common core - catalanism - pursue clearly different purposes. From this base, we deepened the analysis of the history of Catalan secessionism, its path, its expressions, the tensions that, in the past and nowadays, have been generated and its present relevance. This is a study of a historical nature that, in dialogue with the necessary interdisciplinarity, required the writing of this thesis based on five methodological beams: an evolutionary description; a scientific demonstration of the meaning and sequence of events that have occurred; a balance between protagonists and contexts (internal and external); a elucidation of the multicausal character of the analyzed phenomenon and, finally, a narrative without ornamentation linked to an essentialist vision of both the indissoluble unity of Spain as well as the national character of Catalonia. The general conclusion of the study allows us to consider that Catalan secessionism has its own long-standing historicity that transits, first, among a more restricted class of Catalan intellectuals, and later, ascends to the world of politics through the formation of republican left-wing political parties and formations, to erupt, finally, already in 21st century, in a mass social movement and in a concrete political project of great importance that calls into question the permanence of the Spanish State as we know it.
Description: Tese no âmbito do Doutoramento em Estudos Contemporâneos, apresentada ao Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/95388
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:IIIUC - Teses de Doutoramento
UC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
LEITÃO, Marina. Tese, versão FINAL - CORREÇÕES.pdf3.05 MBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

6
checked on Jul 23, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.