Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94650
Title: Afinal o que é o Assédio Sexual? - As representações dos/as estudantes da Universidade de Coimbra relativamente ao Assédio Sexual
Other Titles: What is Sexual Harassment, after all? - The representations of University of Coimbra students regarding Sexual Harassment
Authors: Neto, Daniela Sofia Pereira
Orientador: Duarte, Maria Madalena Santos
Keywords: Assédio sexual; Representações; Violência de Género; Teorias Feministas; Ensino Superior; Sexual harassment; Representations; Gender Violence; Feminist Theories; Higher Education
Issue Date: 2-Dec-2020
Serial title, monograph or event: Afinal o que é o Assédio Sexual? - As representações dos/as estudantes da Universidade de Coimbra relativamente ao Assédio Sexual
Place of publication or event: Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
Abstract: The aim of this master’s degree dissertation is to analyse the representations made by the students of the University of Coimbra regarding sexual harassment. The definition of sexual harassment has been marked by several doubts and by a plurality of meanings from the time it emerged in the 1970’s feminist debates to the present day. While it is true that harassment is being increasingly recognized as a serious social issue when we discuss it in the professional sphere; the same cannot be said of other spheres of social life.This dissertation aims to contribute toward a greater knowledge of a phenomena which is still poorly studied in Portugal, through the study of a specific populational group: university students. To this end, we sought to understand what are the experiences and meanings that students attribute to sexual harassment; to evaluate the importance it assumes in the academic context; and to acknowledge the existing mechanisms for awareness-raising and reporting. The analysis is carried out taking into account the normative discourses that produce images of women, frame their behaviour and define their roles.This research is of a qualitative nature, relying on the content analysis of focus groups and interviews. The gathered data allowed us to understand that the definitions of sexual harassment among students are different from those we know from the legislation and conventions, and that the contexts in which they are inserted, shape their representations regarding the phenomena. Simultaneously, it was understood that little attention has been given to the issue in the university context, which has contributed for the practice to continue to be lived in silence and replicated by many students.The present dissertation therefore invites us to (re)think the pathways that should be travelled towards a greater recognition of sexual harassment as a severe form of gender-based violence.
O objetivo da presente dissertação de mestrado consiste em analisar as representações dos/as estudantes da Universidade de Coimbra relativamente ao assédio sexual. A definição de assédio sexual tem sido marcada por várias incertezas e por uma pluralidade de significados desde o momento em que surgiu nos debates feministas, na década de 1970, até aos dias de hoje. É certo que o assédio é crescentemente reconhecido como um grave problema social quando falamos na esfera laboral; mas o mesmo não se pode afirmar relativamente a outras esferas da vida social. Esta dissertação pretende contribuir para um maior conhecimento deste fenómeno, ainda parcamente estudado em Portugal, através do estudo de um grupo populacional específico: os/as estudantes universitários/as. Para tal, procurou-se compreender quais as experiências e os significados que os/as estudantes atribuem ao assédio sexual; avaliar a importância que assume no contexto académico; e conhecer os mecanismos existentes de consciencialização e de denúncia. Esta análise é feita tendo em conta os discursos normativos que constroem imagens das mulheres, que enquadram o seu comportamento e definem os seus papéis. A presente investigação tem uma natureza qualitativa, assentando na análise de conteúdo de focus group e de entrevistas. Os dados recolhidos permitiram perceber que as definições de assédio sexual dos/as estudantes se afastam daquelas que conhecemos dos vários diplomas e que os vários contextos onde estes/as se inserem, moldam as suas representações relativamente ao fenómeno. Ao mesmo tempo, foi possível compreender que tem sido dada pouca atenção à problemática no contexto universitário, o que tem contribuído para que a sua prática continue a ser vivida em silêncio e reproduzida por muitos/as estudantes. A presente dissertação convida-nos, assim, a (re)pensar os caminhos que devem ser trilhados para um maior reconhecimento do assédio sexual como uma forma séria de violência assente na desigualdade de género.
Description: Dissertação de Mestrado em Sociologia apresentada à Faculdade de Economia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94650
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
DM_MS_DanielaNeto.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

277
checked on Aug 17, 2022

Download(s)

393
checked on Aug 17, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons