Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94628
Title: Na (outra) ponta da língua: sinais da (in)visibilidade do intérprete em contexto forense
Other Titles: On the (other) tip of the tongue: signs of the interpreter’s (in)visibility in legal settings
Authors: Rodrigues, Elsa Vieira de Andrade
Orientador: Plag, Cornelia Elisabeth
Keywords: Estudos de Interpretação; (In)visibilidade do intérprete; Abordagem sociolinguística; Análise de corpus; Contexto forense; Interpreting Studies; Interpreter's (in)visibility; Sociolinguistic approach; Corpus-based analysis; Legal settings
Issue Date: 22-Feb-2021
Serial title, monograph or event: Na (outra) ponta da língua: sinais da (in)visibilidade do intérprete em contexto forense
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: A presente dissertação aborda os Estudos de Interpretação sob uma perspetiva etnográfica, com enfoque na (in)visibilidade do intérprete em contexto forense. Centrada no estudo de um processo judicial criminal de tráfico humano, cuja interpretação decorreu nas línguas romena e portuguesa, esta pesquisa tem por base um corpus que inclui a gravação-áudio do depoimento da vítima, as respetivas transcrições para português e extratos pertinentes do acórdão judicial. Em vez de analisar os dilemas discursivos (talk as text), pretende-se, através de uma abordagem sociolinguística, desvelar, sobretudo, a importância do papel do intérprete na dinâmica intercomunicacional (talk as activity) da sala de audiências. Resgatando o conceito de Venuti, a visibilidade do intérprete ganha aqui um sentido mais lato, abrangendo a sua presença física, a marca distintiva e o poder de influência evidenciados no desempenho da tarefa interpretativa e, bem assim, o reconhecimento do respetivo estatuto profissional. Com base na observação da amostra empírica obtida, ademais corroborada por um acervo diversificado de artigos jornalísticos nacionais e internacionais, conclui-se que a profissionalização e a formação especializadas são essenciais no sentido da valorização e credibilização da reputação do intérprete, não só em contexto forense, mas também, e principalmente, na praça pública. Os mesmos dados permitem ainda constatar que a eficácia do processo de intercomunicação implica que os restantes interlocutores (juízes, procuradores do Ministério Público, advogados e órgãos de polícia criminal) tenham formação obrigatória na área da interação específica com o intérprete, cujo papel sobressai nesse contexto. O objetivo desta dissertação é, pois, estabelecer uma relação de interligação e complementaridade entre os aspetos essenciais da tarefa interpretativa, bem como alertar para a impactante e desejada visibilidade do intérprete.
This dissertation sets out to look at Interpreting Studies from an ethnographic perspective, focusing on the interpreter’s (in)visibility in legal settings. Centred on the study of a criminal court case involving human trafficking, whereby the interpretation is rendered in Romanian and Portuguese languages, this corpus-based analysis comprises the audio-recording of the foreign victim’s personal statements, its transcriptions into Portuguese and relevant extracts of the respective court ruling. Rather than analysing the speech dilemmas (“talk as text”), this sociolinguistic approach aims, first and foremost, at unveiling the interpreter’s prominent role within the courtroom communication process (“talk as activity”). Although reminiscing Venuti’s concept, the interpreter’s visibility thus gains a broader sense combining physical presence, a distinct voice in the interpreted speech, influence, and status recognition. Relying on the observation of the empirical sample, further corroborated by an array of national and international media pieces, it becomes clear that both professionalisation and specialised training are critical tools towards building a powerful and reliable reputation of the interpreter, not only in legal settings but, mostly, out in the public sphere. It also appears vital that an effective intercommunication process in such settings requires that the remaining participants (including judges, public attorneys, lawyers, and police authorities) undergo mandatory training on how to properly engage with the interpreter, who stands out as an essential player therein. The purpose of this research is, therefore, to ascertain the link between the underlying aspects of the interpreting task and their complementarity, as well as raising awareness of the interpreters’ impacting and desired visibility.
Description: Dissertação de Mestrado em Tradução apresentada à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/94628
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
ElsaRodrigues_versaofinal.pdf8 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

92
checked on Aug 10, 2022

Download(s)

87
checked on Aug 10, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons