Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94307
Title: A Saúde Ocupacional e a Comunicação Interna: uma Parceria Estratégica nas Boas Práticas em Caso de Acidente de Trabalho com Exposição a Fluídos Orgânicos Potencialmente Infetantes (ATCEFOPI)
Other Titles: Occupational Health and Internal Communication: A Strategic Partnership in Good Practices in Case of Accident at Work with Exposure to Potentially Infecting Organic Fluids (ATCEFOPI)
Authors: Pedro, Paula Cristina Marques
Orientador: Ferreira, António Jorge Correia Gouveia
Antunes, Maria Isabel da Costa
Keywords: Acidentes de trabalho; Saúde Ocupacional; Cultura de Segurança; Comunicação Interna; Comunicação em Saúde; Workplace Accidents; Occupational Health; Safety Culture; Internal Communication; Health Communication
Issue Date: 14-Dec-2020
Serial title, monograph or event: A Saúde Ocupacional e a Comunicação Interna: uma Parceria Estratégica nas Boas Práticas em Caso de Acidente de Trabalho com Exposição a Fluídos Orgânicos Potencialmente Infetantes (ATCEFOPI)
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O Projeto em questão pretende ter uma intervenção corretiva na atuação dos colaboradores do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, nas circunstâncias de ocorrência de acidente de trabalho com exposição a fluídos orgânicos potencialmente infetantes.A pertinência do tema prende-se com a necessidade de reduzir o elevado impacto socioeconómico que estas situações representam para a instituição, causado sobretudo por algum desconhecimento dos colaboradores, sobre como atuar quando expostos a esta tipologia de acidente de trabalho.O Serviço de Saúde Ocupacional tem como expoente máximo da sua atuação a prevenção dos riscos profissionais. Para atingir este objetivo é fulcral a educação e formação dos colaboradores para conhecimento dos riscos existentes nos seus locais de trabalho. Caminhando nesta direcção constrói-se uma Cultura de Segurança que passa, forçosamente, pela criação de um clima de segurança.A parceria estratégica entre o Serviço de Saúde Ocupacional e a Comunicação Interna ganha aqui a máxima relevância. A Comunicação Interna é um assunto transversal a todas as atividades e ações desenvolvidas numa organização, e determina de uma forma favorável ou desfavorável as atitudes e interacções dos colaboradores em contexto organizacional. Neste sentido, as iniciativas propostas pelo Serviço de Saúde Ocupacional que se traduzem em fluxos de comunicação, devem ser alvo de uma gestão estratégica por parte da Comunicação Interna para a sua difusão e obtenção do impacto desejado. O objetivo principal deste trabalho consiste em identificar as necessidades informativas e formativas sobre esta problemática, e após uma avaliação da realidade organizacional, definir qual a forma mais eficaz para a sua disseminação.Pretende-se essencialmente aferir quais os factores comunicacionais que determinam este défice de conhecimento e propor soluções para a sua correção.
The Project in question intends to have a corrective intervention in the work of the employees of the Coimbra Hospital and University Centre in the circumstances of the occurrence of a workplace accident with exposure to potentially infectious organic fluids.The relevance of the theme is related with the need to reduce the high socioeconomic impact that these situations represent for the Institution, caused mainly by some lack of knowledge from employees, on how to act when exposed to this type of workplace accident.The Occupational Health Service has as its greatest exponent the prevention of professional risks. In order to achieve this objective, the education and training of employees is essential to know the risks that exist in their workplaces. Moving in this direction, a Safety Culture is built, which necessarily involves the creation of a safety climate.The strategic partnership between the Occupational Health Service and the Internal Communication gains their maximum relevance here. Internal Communication is a transversal subject to all activities and actions developed in an organization, and determines in a favorable or unfavorable way the attitudes and interactions of employees in an organizational context. In this sense, the initiatives proposed by the Occupational Health Service that translate into communication flows, must be the target of a strategic management by the Internal Communication for its diffusion and obtaining the desired impact.The main objective of this work is to identify the information and training needs on this issue, and after an assessment of the organizational reality, to define what is the most effective way for its dissemination.The intention is essentially to assess which communicational factors determine this knowledge deficit and propose solutions for its correction.
Description: Dissertação de Mestrado em Saúde Ocupacional apresentada à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/94307
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho de Projeto - Paula Pedro.pdf890.19 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

64
checked on Aug 10, 2022

Download(s)

211
checked on Aug 10, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons