Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/94284
Title: Automação em Arquitetura Bioclimática
Other Titles: Automation in Bioclimatic Architecture
Authors: Leite, José Artur de Sousa
Orientador: Pereira, Fernando José Telmo Dias
Keywords: Automação; Arquitetura Bioclimática; Energia Solar Passiva; Ventilação Natural; Automation; Bioclimatic Architecture; Passive Solar Energy; Natural Ventilation
Issue Date: 11-Feb-2021
Serial title, monograph or event: Automação em Arquitetura Bioclimática
Place of publication or event: DEC-FCTUC
Abstract: Desde os tempos mais remotos que o ser humano tem necessidade de se fixar e proteger das condições ambientais e climatéricas adversas. Tal conduziu à evolução da construção ao longo dos últimos anos para satisfazer as necessidades das populações. No entanto, tal evolução levou a um uso excessivo de recursos energéticos e por isso serão estudadas formas de combater o consumo a nível habitacional.Devido ao uso excessivo de recursos devemos investir e introduzir diferentes soluções por forma a aproveitar os recursos e fenómenos naturais. São exemplo disso, os sistemas solares passivos em habitações, isto é o aproveitamento da energia do Sol para a climatização habitacional, sem recurso a meios mecânicos.A domótica apresenta-se como uma solução de controlo e gestão de diversas infraestruturas que, devido ao seu desenvolvimento e ao padrão de conforto da sociedade, é cada vez mais uma parte integrante da habitação permitindo assim, maior comodidade e proveito por parte do utilizador.Com esta dissertação, pretende-se mostrar de que forma se pode potenciar o uso de arquitetura solar passiva através da introdução de automação em soluções construtivas, visando o aquecimento pelos ganhos solares e a ventilação natural. Vai-se proceder à criação de um modelo à escala, atribuindo cenários e ações desenvolvidos automaticamente ou manualmente.É previsível que para o nosso clima estas soluções sejam capazes de satisfazer os parâmetros de conforto térmico das habitações ou pelo menos permitir a redução dos consumos energéticos habitacionais.
Since the most remote times, humans have needed to settle down and protect themselves from adverse environmental and climatic conditions. This has led to the evolution of construction over the past few years to meet the needs of the population. However, this evolution has led to an excessive use of energy resources and, therefore, will be studied ways to combat consumption at the domestic level.Due to the excessive use of resources, we must invest and introduce different solutions in order to take advantage of natural resources and phenomena. An example of this is the passive solar systems in homes, that is, the use of Sun's energy for housing air conditioning, without the use of mechanical means.Home automation presents itself as a solution for the control and management of various infrastructures which, due to its development and the standard of comfort of society, is increasingly an integral part of housing, thus allowing greater convenience and benefit for the user.With this dissertation, it is intended to show how the use of passive solar architecture can be enhanced through the introduction of automation in construction solutions, aiming at heating by solar gains and natural ventilation. A scale model will be created, assigning scenarios and actions developed automatically or manually.It is expected that, for our climate, these solutions will be able to satisfy the parameters of thermal comfort of the houses or, at least, allow the reduction of the energy consumption in the house., , , .
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Engenharia Civil apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/94284
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
AUTOMAÇÃO EM ARQUITETURA BIOCLIMÁTICA.pdf6.58 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

164
checked on Aug 3, 2022

Download(s)

188
checked on Aug 3, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons