Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93657
Title: A Importância das Visitas de Estudo no Ensino da História
Other Titles: The Importance of Study Visits in History Teaching
Authors: Cruz, Clementina Maria Pires Domingues de Araújo
Orientador: Ribeiro, Ana Isabel Sacramento Sampaio
Keywords: Visita de Estudo in loco.; Visita de Estudo Virtual.; Processo Ensino-Aprendizagem.; Prática Reflexiva.; Study Visit in loco.; Virtual Study Visit.; Teaching-Learning Process.; Reflective Practice.
Issue Date: 15-Dec-2020
Serial title, monograph or event: A Importância das Visitas de Estudo no Ensino da História
Place of publication or event: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Abstract: As metodologias tradicionais baseadas na transmissão de conhecimentos encontram-se, por vezes, desajustadas face às novas exigências da sociedade atual. Por isso, torna-se imperioso procurar estratégias didáticas alternativas, capazes de motivar os alunos para a aprendizagem e de os preparar para enfrentar os novos desafios que se impõem. Neste contexto torna-se pertinente associar as tecnologias da informação e comunicação às práticas educativas, permitindo ao professor diferenciar as suas metodologias e extravasar a sua interação com os discentes para além do seu espaço nativo, a sala de aula. Neste relatório, desenvolvido no contexto do Estágio Pedagógico no decorrer do Mestrado em Ensino de História no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, e implementado em três turmas do ensino básico, procurou-se explorar as potencialidades das visitas de estudo in loco e das visitas de estudo virtuais (VEV) enquanto estratégias didáticas eficazes e capazes de motivar os alunos para a aprendizagem da História, envolvendo-os ativamente na construção do seu próprio conhecimento.Não obstante, este estudo apoiado por uma parte empírica realizado ao longo do ano letivo 2019/2020, foi desenvolvido um trabalho com o intuito de analisar a importância atribuída pelos alunos e professores às visitas de estudo em contexto formal de aprendizagem.Para delinear e estruturar este estudo, formulou-se uma questão orientadora: As visitas de estudo constituem uma estratégia pedagógica eficaz e motivadora no ensino da História? De forma a obter a resposta pretendida optou-se por uma metodologia de natureza mista (qualitativa e quantitativa), sendo a recolha de dados efetuada por diversos meios, de forma a permitir um cruzamento da informação e, consequentemente construir um conhecimento mais sustentado.Os resultados sugerem que a realização de visitas de estudo, quer presenciais quer virtuais, apresenta-se como uma estratégia de ensino que pode ser usada na prática pedagógica, aumentando a motivação e o envolvimento ativo dos alunos na construção da sua própria aprendizagem, permitindo uma melhor compreensão e consolidação dos conteúdos. Tanto os discentes como os docentes reconhecem que as visitas de estudo possuem implicações educacionais assinaláveis, promotoras do desenvolvimento pessoal, social e de aprendizagem e vistas como vantajosas. Porém, é de salientar que os professores identificaram neste tipo de atividades vários aspetos impeditivos, obstáculos que muitas vezes limitam a sua organização e a sua concretização.
Traditional methodologies used in teaching are, sometimes, out of date with the new skills of today's society. Therefore, it is imperative to look for alternative strategies, capable of motivating students for learning and preparing strategies to face the new challenges that have arisen. In this context, it becomes pertinent to associate information and communication technologies with educational practices, allowing teachers to diversify their methodologies and to extend their interaction with students beyond a classroom.In this report, developed in the context of the Master's Course in History Teaching in the 3rd cycle of Basic and Secondary Education Pedagogical Internship, and implemented in three classes of basic education, try to explore the potential of study visits in loco and virtual study visits, as didactic strategies and capable of motivating students to learn history, are actively involving them in the construction of their own knowledge.Nevertheless, this study supported by an empirical part carried out during the academic year 2019/2020, a work was developed in order to analyze the importance attributed by students and teachers to study visits in a formal learning context.To outline and structure this study, a guiding question must be asked: How did study visits contribute to an effective and motivating pedagogical strategy in history teaching?In order to obtain the desired answer, we opted for a mixed methodology (qualitative and quantitative) with data collected by different means, in order to allow information crossing and, consequently, the creation of more sustainable knowledge.The results suggest that organizing study visits, either in loco or virtual ones, is a teaching strategy that can be used as pedagogical practice, promoting student’s motivation and their involvement in building their own learning, allow a better understanding and consolidation of contents. Both students and teachers recognize that study visits have remarkable educational implications, promoting personal, social and learning development and seen as advantageous. However, it is important to notice that teachers have identified several drawbacks to this type of activities, obstacles that often limit their organization and implementation.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado em Ensino de História no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário apresentado à Faculdade de Letras
URI: http://hdl.handle.net/10316/93657
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
ClementinaCruz_versaofinal.pdf4.34 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

5
checked on Apr 9, 2021

Download(s)

3
checked on Apr 9, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons