Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/93112
Title: Relatório de Estágio e Monografia intitulada “Ácidos Gordos Ómega-3 e o seu Potencial Anti-Inflamatório: Benefícios na Saúde"
Other Titles: Internship and Monograph reports entitled”Omega-3 Fatty Acids and their Anti-Inflammatory Potential: Health Benefits"
Authors: Alves, Beatriz Cerqueira Bento
Orientador: Pereira, Dina Zita Mendes
Loura, Luís Miguel Santos
Araújo, Michael Lopes de
Keywords: inflamação.; ácidos gordos ómega-3; EPA DHA; eicosanoides; óleo de peixe; omega-3 fatty acids; inflammation; EPA DHA; eicosanoids; fish oil
Issue Date: 24-Sep-2020
Serial title, monograph or event: Relatório de Estágio e Monografia intitulada “Ácidos Gordos Ómega-3 e o seu Potencial Anti-Inflamatório: Benefícios na Saúde"
Place of publication or event: Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Farmácia Nelsina-V. Castelo e Unidade Local de Saúde Alto Minho
Abstract: Os ácidos gordos polinsaturados incluem classes como os ácidos gordos ómega-3 (AG ω-3) e os ácidos gordos ómega-6 (AG ω-6) essenciais na dieta humana, cuja estrutura dita o seu papel biológico. Enquanto os AG ω-6 estão associados a comportamentos pro-inflamatórios, os ácidos gordos ómega-3 têm vindo a conquistar uma elevada importância devido aos seus efeitos pro-resolutivos e anti-inflamatórios. Os AG ω-3, tal como o ácido eicosapentaenóico (EPA) e o ácido docosahexaenóico (DHA), presentes em grandes quantidades em peixes gordos e óleos de peixe, possibilitam a produção de eicosanóides (tais como prostaglandinas e leucotrienos) biologicamente menos potentes do que os produzidos através da metabolização do ácido araquidónico (ARA), um AG ω-6, e a produção de mediadores especializados na pró-resolução, como é o caso das resolvinas e das protectinas. Igualmente, reduzem a quimiotaxia de leucócitos, a expressão da molécula de adesão, a própria interação leucócito-endotélio, a produção de citocinas inflamatórias e da reatividade das células T. A obtenção destes efeitos anti-inflamatórios ainda não se encontra totalmente esclarecida, porém, mostra-se estar relacionada com a alteração da composição dos ácidos gordos na membrana fosfolipídica (permitindo uma maior metabolização de EPA e/ou DHA ao invés doARA), com a redução da expressão de genes inflamatórios através da inibição da ativação do Fator Nuclear Kappa B (NF-B) e através da ativação do fator de transcrição anti-inflamatório, denominado recetor ativado por proliferadores de peroxissoma tipo gama (PPAR-γ), e do recetor acoplado à proteína G (GPR120). Esta diminuição de eventos inflamatórios e posterior sintomatologia pode, então, ser atenuada pelos AG ω-3, motivo pelo qual apresenta benefícios em patologias inflamatórias crónicas como a asma e a artrite reumatoide, ou até mesmo nodesenvolvimento cerebral, obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.
Polyunsaturated fatty acids include classes such as omega 3 fatty acids (ω-3 FA) and omega-6 fatty acids (ω-6 FA) essential in the human diet, whose structure dictates their biological role. While ω-6 FA are associated with pro-inflammatory effects, ω-3 FA have managed to gain significant importance due to their pro-resolving and anti inflammatory effects. The ω-3 FA such as eicosapentaenoic acid (EPA) and docosahexaenoic acid (DHA), present in large amounts in oily fish and fish oils, enable the production of eicosanoids (such as prostaglandins and leukotrienes), biologically less potent than those produced by the metabolism of arachidonic acid (ARA), an ω-6 FA, and the production of specialized pro-resolving mediators,such as resolvins and protectins. It also decreases leukocyte chemotaxis, adhesion molecule, the own leukocyte-endothelium interaction expression, production of inflammatory cytokines and T-cell reactivity. The achievement of these anti inflammatory effects is not yet fully understood, but it has been shown to be related to an altered fatty acid composition in membrane phospholipids (allowing metabolism of EPA and/or DHA instead of ARA), decreasing inflammatory gene expression by inhibiting transcription factor nuclear factor kappa B (NF-B) activation, and by activating the anti-inflammatory transcription factor named peroxisome gamma proliferator activated receptor (PPAR-γ) and G protein coupled receptor (GPR120). This decrease in inflammatory events and subsequent symptoms can be attenuatedby FA ω-3, which is why it has benefits in chronic inflammatory pathologies such as asthma and rheumatoid arthritis, or even in brain development, obesity, diabetes and in cardiovascular diseases.
Description: Relatório de Estágio do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas apresentado à Faculdade de Farmácia
URI: http://hdl.handle.net/10316/93112
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Relatório de estágios e monografia Beatriz Cerqueira.pdf1.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

5
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

5
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons