Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/92638
Title: A dieta mediterrânica como medida preventiva no desenvolvimento de doenças cardiovasculares
Authors: Pereira, Filipa Margarida Bonifácio
Orientador: Silva, Teresa Carmo Pimenta Dinis
Keywords: Dieta mediterrânica; Doenças cardiovasculares
Issue Date: Jul-2014
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Nas últimas décadas a prevalência de doenças cardiovasculares (DCV) tem aumentado progressivamente, representando a principal causa de morte em Portugal e uma importante causa de incapacidade, sendo hoje consideradas um dos maiores problemas de Saúde Pública. As DCV devem-se essencialmente à acumulação de lípidos na parede dos vasos sanguíneos, através de um processo complexo designado de aterosclerose. Estudos epidemiológicos referem que o tipo de dieta consumida e, em particular, a sua composição lipídica é determinante para o desenvolvimento das DCV, demonstrando que a adoção de uma dieta do tipo Mediterrânico rica em vegetais, fruta, pão de trigo ou outros cereais pouco refinados, azeite (fonte de gordura monoinsaturada), peixe (rico em ácidos gordos ómega 3), fibra alimentar e, não menos importante a baixa ingestão de gorduras saturadas podem interferir negativamente no desenvolvimento da aterosclerose e subsequentes complicações cardiovasculares. A este respeito discutem-se os efeitos fisiológicos de alguns alimentos na redução do risco de enfermidades cardiovasculares.
In the last decades the prevalence of cardiovascular diseases (CVD) has increased progressively, it became the leading cause of death in Portugal and a major cause of disability. Nowadays it is considered as one of the main public health problems. CVD are mainly due to accumulation of lipids in the blood vessel wall, through a complex mechanism designated atherosclerosis. Epidemiological studies indicate that the type of diet and, in particular, its lipid composition is crucial to the development of CVD. They demonstrate that the adoption of a Mediterranean diet rich in different types of vegetables, fruit, wheat or other unrefined cereals bread, olive oil (source of monounsaturated fat), fish (rich in omega 3 fatty acids), fiber and, the low intake of saturated fats may negatively affect the development of atherosclerosis and subsequent cardiovascular complications. In this regard, it will be discussed the physiological effects of certain foods in reducing the risk of cardiovascular diseases.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/92638
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
M_filipa pereira.pdf885.92 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

7
checked on Feb 25, 2021

Download(s)

1
checked on Feb 25, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.