Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/925
Title: Contribuição para o conhecimento da biopatologia dos diferentes tipos de carcinoma do pulmão
Authors: Carvalho, Lina Maria Rodrigues de 
Keywords: Patologia (Anatomia Patológica)
Issue Date: 1995
Citation: CARVALHO, Lina Maria Rodrigues de - Contribuição para o conhecimento da biopatologia dos diferentes tipos de carcinoma do pulmão. Coimbra, 1995. 295 p.
Abstract: O estudo que efectuámos em 140 neoplasias bronco-pulmonares permitiu-nos conhecer mais aprofundadamente a biopatologia destas neoplasias, nas suas vertentes de diferenciação e de progressão/metastização. Embora não pretenda ser metodologicamente inovador e pouco adiante no sentido da melhoria da sobrevida dos doentes com cancro do pulmão, uma vez que recorremos a material incluído em parafina e a casos em estádios semelhantes de progressão, o nosso estudo forneceu novos conhecimentos e algumas bases indispensáveis à compreensão do comportamento dos diferentes tipos do carcinoma bronco-pulmonar. As classificações morfológicas utilizadas e com mais de dez anos de aplicação são instrumentos actuais para a tipificação e gradação histológica que, com recurso a alguns marcadores e imunohistoquímica, permitem a classificação dos carcinomas bronco-pulmonares, servindo de base para o aprofundamento da previsão do comportamento destas neoplasias. A CK 7 revelou-se no nosso estudo fundamental para caracterizar os adenocarcinomas primitivos do pulmão e, associadamente com o marcador Leu 7, permitiu-nos determinar a presença de diferenciação neuroendócrina, com utilidade para a escolha de terapêutica e previsão da resposta dos doentes. A S-Tn, juntamente com os dois marcadores antes referidos, identifica o grupo dos adenocarcinomas e pode permitir entender como multidireccionais os casos que perdem diferenciação morfológica, adquirindo imunorreacividade para a LP 34. Nos carcinomas epidermóides, é indicador de progressão mais lenta, associada a menor metastização ganglionar. A determinação de alterações de oncogenes e anti-oncogenes deverá passar a ser observada na avaliação das neoplasias do pulmão fornecendo indicações sobre a capacidade de progressão e metastização das mesmas, associadamente a outros parâmetros de tipo estrutural, como sejam a necrose tumoral e o índice de proliferação (Ki 67) que fornecem indicações adicionais sobre o comportamento das neoplasias pulmonares. A determinação do índice de proliferação (Ki 67) é fundamental no grupo dos tumores neuroendócrinos onde permite distinguir com facilidade um carcinóide de um carcinoma neuroendócrino de células pequenas, tendo menor interesse para o estudo dos outros carcinomas neuroendócrinos e para os carcinomas epidermóides e adenocarcinomas. A necrose tumoral é um indicador fiel de associação a metastização ganglionar nos adenocarcinomas e carcinomas epidermóides, mesmo nos grupos bem diferenciados. As alterações do c-erb B2 e o p 53 são facilmente reveláveis nos carcinomas bronco-pulmonares através da imunohistoquímica e são importantes para a compreensão da progressão e metastização dos mesmos, alertando para a capacidade metastática mais rápida nos três tipos histológicos, quando há imunorreactividade para as proteínas respectivas. As mutações do p 53 parecem estabelecer-se como iniciadores do carcinoma epidermóide, a partir do carcinoma epidermóide in situ, aparecendo depois as alterações do c-erb B2 como determinantes para a metastização.
URI: http://hdl.handle.net/10316/925
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FMUC Medicina - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 10

840
checked on Sep 23, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.