Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/88829
Title: Consumo de peixe: benéfico ou prejudicial?
Authors: Carneiro, Maria João Ferreira
Orientador: Pena, Angelina Lopes Simões
Keywords: Alimentos marinhos; Medição de risco; Contaminação de alimentos; Peixes
Issue Date: Sep-2015
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Contexto O consumo de peixe é recomendável devido aos seus benefícios. No entanto, este alimento pode também conter diversos contaminantes químicos que constituem um risco para a saúde pública. De entre estes salienta-se o mercúrio (Hg). O público é confrontado com relatórios aparentemente discordantes sobre os riscos e benefícios do consumo de peixe, resultando em polémica e confusão acerca do papel da sua ingestão numa dieta saudável. Aquisição de Evidência Científica A pesquisa de literatura científica, realizada em metaanálises, tem o objetivo de melhorar a avaliação dos efeitos benéficos relacionados com o consumo de peixe versus os efeitos tóxicos resultantes da sua contaminação com Hg, contribuindo para melhorar a saúde das populações. Conclusões Para melhores resultados na saúde entre adultos, com base tanto na força da evidência científica como nas magnitudes potenciais do efeito, os benefícios do consumo de peixe são superiores aos riscos potenciais. Para as mulheres em idade fértil, as vantagens do consumo moderado de peixe, com exceção de algumas espécies selecionadas, também superam os riscos.
Context Fish consumption is recommended due to its benefits. However, this food can also contain multiple chemical contaminants that pose a risk to public health. Among these mercury (Hg) stands out. The public is confronted with seemingly conflicting reports about the risks and benefits of fish consumption, resulting in controversy and confusion about the role of their intake in a healthy diet. Scientific Evidence Acquisition A literature survey conducted meta-analyzes, aims to improve the assessment of the beneficial effects associated with the fish consumption versus toxic effects resulting from contamination with Hg, contributing to improve the health of populations. Conclusions For better health outcomes among adults, based on both the strength of the scientific evidence and the potential magnitude of the effect, the benefits of eating fish outweigh the potential risks. For women of childbearing age, the benefits of moderate consumption of fish, except for some selected species, also outweigh the risks.
Description: Monografia realizada no âmbito da unidade Estágio Curricular do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, apresentada à Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/88829
Rights: openAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Consumo de peixe - Ben+®fico ou Prejudicial.pdf29.05 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

57
checked on Sep 24, 2021

Download(s)

115
checked on Sep 24, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.