Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/80690
Title: Risco, vulnerabilidade social e resiliência: Conceitos e desafios
Other Titles: Risk, social vulnerability and resilience: Concepts and challenges
Authors: Mendes, José Manuel 
Keywords: Vulnerabilidade social; Resiliência; Risco; Desastre; Segurança estrutural das populações; Social Vulnerability; Resilience; Risk; Disaster; Structural Safety of Populations
Issue Date: Jun-2018
Publisher: Universidade do Sul de Santa Catarina
Serial title, monograph or event: Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental
Volume: 7
Issue: Número especial
Place of publication or event: Florianópolis
Abstract: Neste artigo procede-se a uma discussão da especificidade sociológica dos conceitos de risco e de sociedade de risco e da associação deste último à modernidade ocidental e a uma lógica neoliberal. O conceito de sociedade de risco não atende à irrupção da incerteza como categoria de governação neoliberal e de reprodução das desigualdades sociais. O recurso recente à noção de resiliência social, e aos seus desdobramentos em sociedades e comunidades resilientes, além de não trazer nenhuma inovação teórica relevante, aligeira a responsabilidade e o papel fundamental dos Estados na segurança estrutural das populações e na capacidade de resistência aos desastres como um direito de cidadania. Argumenta-se, assim, pela necessidade de retorno aos estudos da vulnerabilidade social como instrumento para identificação e empoderamento dos grupos sociais mais desfavorecidos, numa lógica abrangente de participação e de cidadania.
In this paper a discussion of the sociological specificity of the concepts of risk and of risk society is proposed, associating the latest concept to Western modernity and to a neoliberal logic. The concept of risk society does not attend to the irruption of uncertainty as a category of neoliberal governance and of reproduction of social inequalities. The recent turn to the notion of social resilience, and to the idea of resilient societies and communities, beyond not bringing any theoretical relevant innovation, reduces State responsibility and fundamental role in the structural safety of populations e in the capacity of resistance to disasters as citizenship right. It is argued, therefore, for the need to return toth studies of social vulnerability as an instrument to identify and empower underprivileged social groups, in a broader logic of participation and citizenship.
URI: http://hdl.handle.net/10316/80690
ISSN: 2238-8753
DOI: 10.19177/rgsa.v7e02018463-492
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Artigos em Revistas Internacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Risco vulnerabilidade social e resiliencia.pdf212.86 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

653
checked on Aug 16, 2022

Download(s) 50

1,270
checked on Aug 16, 2022

Google ScholarTM

Check

Altmetric

Altmetric


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons