Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/538
Title: Análise populacional da varfarina : contributo para optimização da terapêutica na prática clínica.
Authors: Costa, Isabel Margarida Pratas dos Reis 
Orientador: Falcão, Amílcar
Lanao, José Martinez
Keywords: Farmacologia
Issue Date: 20-Mar-2002
Citation: Costa, Isabel Margarida Pratas dos Reis - Análise populacional da varfarina : contributo para a optimização da terapêutica na prática clínica. Coimbra, 2001.
Abstract: A trombose assume um importante papel na patogénese de diversas doenças do foro cardiovascular, pelo se torna de relevante importância o estudo dos fármacos envolvidos na sua terapêutica. Este estudo recaiu sobre a varfarina visto ser o anticoagulante oral mais utilizado em ambulatório na população portuguesa. A varfarina é administrada clinicamente como uma mistura racémica dos seus dois enantiómeros (R/S), muito semelhantes na sua acção terapêutica mas com diferenças significativas no que respeita à potência anticoagulante, ao perfil farmacocinético e às interacções medicamentosas. O presente trabalho pretendeu clarificar alguns aspectos que possam contribuir para a optimização da terapêutica varfarínica na prática clínica. Procedeu-se à análise de distintos marcadores da resposta farmacológica da varfarina (INR e factores individuais de coagulação II e X), ao estudo comparativo da ligação às proteínas plasmáticas humanas dos isómeros R/S e à caracterização do seu perfil cinético. O papel do INR como marcador da resposta varfarínica saiu reforçado e demonstrou-se a vantagem da determinação dos factores II e X como alternativa no caso de hemorragias associadas a valores supostamente terapêuticos de INR. Constatou-se a existência de um semelhante comportamento de ligação às proteínas plasmáticas entre os isómeros R e S, com múltiplos locais de ligação e sem diferenças estatisticamente significativas entre si, sendo portanto de prever que as diferenças na potência anticoagulante não se ficarão a dever a este aspecto concreto da disposição do fármaco. Relativamente ao perfil cinético, e assumindo a existência de semelhante volume de distribuição entre os dois enantiómeros, o desenvolvimento de um modelo farmacoestatístico (NONMEM) revelou valores de clearance da S-varfarina 1.6 vezes superiores ao isómero R, tendo-se demonstrado a influência do peso corporal total do doente nestes valores, o que acontece pela primeira vez através da utilização de uma abordagem populacional envolvendo um número significativo de doentes de ambulatório (população alvo).
Description: Tese de doutoramento em Farmácia (Farmacologia) apresentada à Fac. de Farmácia da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/538
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FFUC- Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

324
checked on Jun 30, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.