Title: O papel do ajustamento diádico na sintomatologia psicopatológica e qualidade de vida de doentes com perturbação psiquiátrica e dos parceiros saudáveis
Authors: Alves, Stephanie 
Pereira, Marco 
Janeiro, Catarina 
Narciso, Isabel 
Canavarro, Maria Cristina 
Keywords: Ajustamento diádico;Casal;Psicopatologia;Qualidade de vida
Issue Date: 2014
Citation: Alves, S., Pereira, M., Janeiro, C., Narciso, I., & Canavarro, M. C. (2014). O papel do ajustamento diádico na sintomatologia psicopatológica e qualidade de vida de doentes com perturbação psiquiátrica e dos parceiros saudáveis. Análise Psicológica, 32(3), 323-339. doi:10.14417/ap.830
Abstract: O objetivo do presente estudo consistiu em avaliar o ajustamento individual e conjugal de casais numcontexto de perturbação psiquiátrica de um dos seus membros, explorando-se o papel dos indicadoresde ajustamento diádico na sintomatologia psicopatológica e qualidade de vida do doente e do parceirosaudável. A amostra foi constituída por 108 casais, 54 casais onde um elemento tem uma perturbaçãodiagnosticada (27 casais em que o doente identificado era a mulher e 27 casais em que o homem erao elemento doente) e 54 casais da população geral. O protocolo de avaliação incluiu o Inventário deSintomas Psicopatológicos (BSI), o índice de qualidade de vida EUROHIS-QOL-8 e a Escala deAjustamento Diádico – Revista (EAD-R). Os resultados mostraram que os casais dos grupos clínicosapresentaram valores mais baixos de qualidade de vida e mais elevados de sintomatologia depressivae ansiosa, comparativamente aos casais da população geral. As mulheres cujo parceiro estava doentedemonstraram um ajustamento individual semelhante ao apresentado pelas mulheres com perturbaçãopsiquiátrica diagnosticada. O ajustamento diádico dos casais dos grupos clínicos também se revelouinferior ao dos casais da população geral. O ajustamento diádico apenas se associou significativamenteao ajustamento individual quer do próprio, quer do parceiro nos casais em que o homem era o doente.Os diferentes padrões de ajustamento parecem relacionar-se com as especificidades da populaçãoclínica, do sexo do elemento doente e da duração do quadro clínico. Os resultados observados enfatizama importância de se assumir uma perspetiva diádica neste contexto, sendo discutidas as subsequentesimplicações clínicas.
URI: http://hdl.handle.net/10316/44943
DOI: 10.14417/ap.830
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014 Ajustamento diádico de doentes com perturbação psiquiátrica.PDF768.01 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.