Title: Caraterização e comparação cineantropométrica, composição corporal e capacidade bio-motora de praticantes de surf e bodyboard de um bom nível competitivo
Authors: Rocha, David Jorge Freitas 
Orientador: Rama, Luís Manuel Pinto Lopes
Duarte, João Pedro Marques
Keywords: Antropometria;Surf
Issue Date: 2016
Abstract: A origem do Surf assenta num passado longínquo e irrecuperável, onde os primeiros povos ao fazerem-se aos oceanos aperceberam-se rapidamente da utilização da energia das ondas para impelir as suas embarcações. Já a Bodyboard surgiu no início dos anos 70 do sec. XX, quando Tom Morey estava a praticar surf e a sua prancha se partiu ao meio tendo utilizado uma das metades para chegar até à areia e ai descobrir uma nova sensação de surfar deitado. O presente estudo teve com objetivo caraterizar desportistas de bom nível das duas modalidades. Procedemos à avaliação de cinco surfistas (23,4 ± 3,7 anos) e cinco (23,1 ± 4,1 anos) bodyboarders do sexo masculino. Foi realizada a avaliação antropométrica geral, da composição corporal detalhada dos atletas e da capacidade bio-motora que detêm. Os atletas de surf apresentaram um valor de adiposidade superior baseado nas pregas subcutâneas (d = 0,2), no entanto quanto aos testes de composição corporal foram os bodyboarders ostentaram valores ligeiramente superiores de massa gorda. Na avaliação do consumo máximo de oxigénio a melhor performance correspondeu aos atletas de bodyboard (d = 0,6) Na avaliação da força máxima isocinética apenas foram encontradas diferenças moderadas (d = 0,8) e grandes (d = 1,8) para os flexores do joelho com os atletas de surf a apresentarem os valores mais elevados, o mesmo aconteceu na potência relativa, onde foram encontradas diferenças grandes (d = 1,6) e moderadas (d = 0,7), também nos flexores do joelho com os valores mais elevados pelos surfistas. No teste amarrado foram encontradas diferenças moderadas (d = 0,9) e (d = 0,7) na força dos membros superiores e inferiores com valores superiores por parte dos surfistas. Não foram encontradas diferenças substanciais na avaliação do teste de Wingate entre os dois grupos. Apesar de os desportos serem praticados no mesmo meio, diferem, na exigência do modelo técnico. O bodyboard é executado em decúbito ventral enquanto o surf impõem a adopção da posição vertical, contudo os resultados obtidos nos diferentes protocolos de avaliação utilizados neste estudo foram muito similares, o que torna e caracteriza estas modalidades como muito específicas no que às exigências e ao perfil dos atletas diz respeito. The origin of Surf brings us to the first people who, when putted out into the oceans, quickly realized the power of the waves to propel their crafts. Body board only emerged in the earliest 70th when Tom Morey practicing surf broke his board and had to use one half to reach the sand, discovering a new sensation. The current study aimed to characterize the body board and surf athlete and compare them. We measured five male surfers (23.4 ± 3.7 years) and five male bodyboaders (23.1 ± 4.1 years). The general anthropometric assessment, detailed body composition and bio-motor ability. Surfers had an higher body fat percentage based on the amount of subcutaneous skinfolds (d = 0.2). When assessing maximum oxygen consumption, the best performance was realized by bodyboarders (d = 0.6). Different results occurred in the lower limb maximal isokinetic strength assessment with moderate (d = 0.8) and large differences (d = 1.8) for knee flexors, where surfers accomplished highest values. The same results chanced when the peak power were relativized to body mass, where large (p = 1.6) and moderate differences were found (d = 0.7) at different isokinetic angular velocities. On “tied test” performance were found moderate differences for upper (d = 0.9) and lower limbs (d = 0.7) with surfers having the best executions. No substantial differences were found in the Wingate test. Although sports are practiced in the same environment, they differ in the requirement of technical model. Obtained results in the different dimensions of the current study leads us to the highest identity on the requirements and the typical profile of this specific athletes.
Description: Dissertação de mestrado em Treino Desportivo para Crianças e Jovens, apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/43116
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Teses de Mestrado

Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.