Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33670
Title: Simulação numérica em opções com volatilidade estocástica
Authors: Cruz, Lucileida Regina 
Orientador: Ferreira, José Augusto Mendes
Keywords: Equação diferencial estocástica; Preço do activo; Volatilidade; Preço das opções europeias; Equação de derivadas parciais; Simulação numérica; Stochastic differential equation; Asset prices; Volatility; European option prices; Partial differential equations; Numerical simulation
Issue Date: 9-Sep-2011
Serial title, monograph or event: Simulação numérica em opções com volatilidade estocástica
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O modelo de Black-Scholes para opções europeias foi estabelecido assumindo um conjunto de hipóteses sobre a evolução do preço do activo subjacente, nomeadamente, o retorno e a volatilidade são constantes e o carácter aleatório é introduzido por um processo browniano. A comparação entre os resultados de simulação numérica e os dados reais relativos à evolução de alguns mercados, colocou em questão tais hipóteses, nomeadamente a volatilidade constante. Com o objectivo de colmatar as diferenças do comportamento observado nos resultados de simulação e nos dados reais do mercado, surgiram na literatura vários modelos Brownianos para a evolução do preço de opções em que a evolução do preço do activo subjacente é descrito por uma equação diferencial estocástica mas em que a volatilidade é estocástica é uma função determinista do preço do activo calculado no mesmo instante temporal ou uma função determinista do passado do preço do activo. É de salientar que nesta última classe de modelos é introduzido um certo efeito de memória. O estudo de dois modelos representativos de cada uma das classes de modelos anteriormente introduzidos é o objectivo central desta dissertação: o modelo de Cox e Ross e o modelo de Hobson e Rogers, mais especificamente os correspondentes problemas diferenciais estocásticos com condição inicial para o preço dos activos subjacentes e os problemas de derivadas parciais para as correspondentes opções europeias.
The Black-Scholes model for European options was established under a set of assumptions for the time evolution of asset prices, more precisely, constant drift, constant volatility and the randomness is introduced by a Brownian motion. A gap between the simulation results and the data of real financial markets leads to check out such assumptions, namely the constant volatility: To avoid the observed gap between the simulation results and the data of real financial markets, several Brownian models for the evolution of the assets prices characterized by stochastic differential equations for the asset prices arise in the literature where the volatility depends (deterministically) on asset price at the same time level or depends on the past of the asset prices. We point out that in this last class of models a certain memory effect was introduced. The aim of this work is the study of two models representing the two previous classes: the Cox and Ross’s model and the Hobson and Rogeres’s model, more precisely, the correspondents stochastic initial boundary value problems for the asset prices and the partial differential problems for the European options.
Description: Dissertação de Mestrado em Matemática apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/33670
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado
FCTUC Matemática - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Simulacao numerica em opcoes com volatilidade estocastica_LucileidaCruz.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

799
checked on Aug 19, 2022

Download(s) 50

216
checked on Aug 19, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.