Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/33022
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorJorge, Susana-
dc.contributor.authorDagostim, Demilson-
dc.date.accessioned2016-11-23T12:01:31Z-
dc.date.available2016-11-23T12:01:31Z-
dc.date.issued2016-09-21-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/33022-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Contabilidade e Finanças, apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Susana Margarida Faustino Jorge.por
dc.description.abstractA Contabilidade Aplicada ao Setor Público (CASP) do Brasil vem sendo normalizada há mais de cinquenta anos pela Lei nº 4.320/1964, que tem o foco voltado para o controlo e execução do orçamento, não dando ênfase para a divulgação do património público. Atualmente, as novas demandas sociais estão a exigir um novo padrão de informação gerada pela CASP e que seus demonstrativos devem ser elaborados de modo a mostrar para os seus utentes, o verdadeiro património público (CFC, 2007). Nesta linha, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) editou as Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público (NBCASP), alinhadas às normas internacionais (IPSAS), que introduziram uma série de novos procedimentos contabilísticos com o foco direcionado para a contabilidade patrimonial das entidades públicas. Neste contexto o objetivo desta dissertação é analisar a reforma da CASP do Brasil, com uma abordagem essencialmente qualitativa e tendo como estudos de casos o Brasil e a Justiça do Trabalho Brasileira (JTB). Foram entrevistados os atores considerados principais da reforma, membros do CFC e da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), bem como os funcionários chave que estão implementando a reforma na JTB. Foi aplicado um questionário a todos os contabilistas chefes da JTB, tendo sido realizada também uma análise documental. Entre as principais conclusões deste estudo destacam-se: as razões da reforma no Brasil foram a modernização dos sistemas de contabilidade para melhorar a transparência e a qualidade da informação financeira; porém, o fator determinante foram as articulações, em conjunto, da STN com o CFC perante o Ministério da Fazenda para institucionalizar a reforma. As principais dificuldades encontradas para implementar a reforma são as exigências tecnológicas e a carência de pessoal qualificado. Por fim uma das consequências positivas que já estão sendo sentidas, tanto no caso Brasil como na JTB, é que o balanço patrimonial atual já começa divulgar o património com uma imagem muito mais perto da realidade do que antes da reforma.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherFEUCpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectContabilidade do setor públicopor
dc.subjectReformapor
dc.subjectBrasilpor
dc.subjectNBCASPpor
dc.subjectIPSASpor
dc.titleA reforma da contabilidade do setor público brasileiro : os casos do Brasil e da justiça no trabalhopor
dc.typemasterThesispor
degois.publication.locationCoimbrapor
degois.publication.titleA reforma da contabilidade do setor público brasileiro : os casos do Brasil e da justiça no trabalhopor
dc.peerreviewedyespor
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociaispor
thesis.degree.grantor00500::Universidade de Coimbrapor
thesis.degree.nameMestrado em Contabilidade e Finançaspor
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.deptFaculdade de Economia, Universidade de Coimbra-
crisitem.advisor.researchunitResearch Center in Political Science-
crisitem.advisor.orcid0000-0003-4850-2387-
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
DM Demilson Dagostim.pdf4.95 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 20

512
checked on Oct 20, 2020

Download(s) 10

1,647
checked on Oct 20, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.