Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/32742
Title: Birras infantis: desenvolvimento e estudo de um instrumento de avaliação
Authors: Seabra, Filipa Isabel Lapa 
Orientador: Albuquerque, Maria Cristina Petrucci de Almeida
Keywords: Birras; Crianças do pré-escolar; Estratégias parentais
Issue Date: 2016
Abstract: O presente estudo pretende: fornecer informações acerca das caraterísticas das birras (frequência, duração, manifestações) e do modo como os pais lidam com estes episódios; investigar a relação entre a frequência e a duração das birras e a idade da criança, assim como a relação entre as manifestações de birra e as estratégias parentais perante as mesmas; analisar as diferenças nas manifestações das birras e nas estratégias parentais associadas em função da idade e do género da criança. Para o efeito, foi elaborado um questionário multidimensional, o Questionário de Birras e Estratégias Parentais (Albuquerque & Seabra, 2016), iniciando-se também a análise da sua validade. Os pais de 161 crianças portuguesas com idades entre os 2 e 6 anos (77 rapazes e 84 raparigas), pertencentes a quatro jardins-de-infância públicos, preencheram o Questionário de Birras e Estratégias Parentais. Os resultados indicaram que as birras são significativamente mais frequentes durante o segundo ano de idade, tendendo a diminuir a partir desse momento, e que a duração tende a aumentar com a idade. No decurso das birras, as crianças mais novas e os rapazes exibiram mais manifestações de raiva do que de angústia e isolamento. As estratégias não punitivas foram as mais utilizadas pelos pais, e as estratégias de cedência foram significativamente mais aplicadas nas crianças com idades inferiores.
The present study aims to: provide information about temper tantrums features (frequency, duration, manifestations) and the way parents deal with these episodes; research the relation between temper tantrums frequency and duration and the child age, as well as the relation between tantrums’ manifestations and parental strategies towards; analyze the differences in tantrums’ manifestations and associated parental strategies on the basis of children age and gender. A multidimensional questionnaire was designed, the Questionário de Birras e Estratégias Parentais (Temper Tantrums and Parental Strategies Questionnaire) (Albuquerque & Seabra, 2016) and the analysis of its validity is also initiated. Parents of 161 portuguese children between 2 and 6 years (77 boys and 84 girls) from four public kindergartens filled out the Questionário de Birras e Estratégias Parentais. The results showed that tantrums are significantly more frequent across the second year of age and tend to decrease since that moment, while their duration tends to increase with age. During tantrum course, children at a younger age and boys displayed more anger manifestations than distress and isolation. Non-punitive strategies were the most used by parents and yielding strategies were significantly more used with children with a lower age.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Aconselhamento, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/32742
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE MIP - Filipa Isabel Seabra - 2016.pdf944.39 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

286
checked on May 14, 2019

Download(s) 50

254
checked on May 14, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.