Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/31217
Title: Nursery habitat colonization by juvenile sole (Solea solea L.) in the North Atlantic and Mediterranean – a latitudinal perspective
Authors: Vaz, Ana Catarina Ventura Marques 
Orientador: Pardal, Miguel
Martinho, Filipe
Keywords: Estuário; Solea solea; Otólitos; Padrão latitudinal; Temperatura
Issue Date: 2015
Citation: VAZ, Ana Catarina Ventura Marques - Nursery habitat colonization by juvenile sole (Solea solea L.) in the North Atlantic and Mediterranean – a latitudinal perspective . Coimbra : [s.n.], 2015. Dissertação de mestrado em Ecologia.
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Os ecossistemas estuarinos estão entre os mais produtivos do mundo, conferindo funções importantes como áreas de viveiro para juvenis de peixes cuja desova ocorre em alto mar e as suas larvas migram posteriormente para áreas costeiras e estuarinas. Uma dessas espécies é o linguado comum, Solea solea, com elevada importância comercial e vasta distribuição, desde o Senegal até à costa da Noruega. O objetivo do presente trabalho foi analisar a tendência latitudinal nos processos de colonização das áreas de viveiro pelos juvenis de linguado, ao longo da sua área de distribuição geográfica: lagoa de Veneza (Itália), estuário do Mondego (Portugal), estuário de Vilaine (França) e Balgzand (Holanda). A análise da microestrutura de otólitos foi usada para estimar a idade, duração das fases pelágicas, metamorfose e do período de postura, sendo encontrada uma tendência latitudinal para os principais processos do ciclo de vida. A desova iniciou-se em Dezembro nas áreas mais a sul e em Fevereiro na população de Balgzand, assim como a eclosão. Um padrão latitudinal claro também foi encontrado para a forma do otólito, sendo os das regiões mais a norte mais esféricos no entanto, este facto pode estar relacionado com a idade dos indivíduos. Foi encontrada uma clara distinção entre as populações do norte e sul para a relação entre a data eclosão e a data à metamorfose. Finalmente, as populações mais a norte tiveram taxas de crescimento mais elevadas, o que indica a existência de uma compensação do crescimento contragradiente. Concluiu-se assim o importante papel no controlo do ciclo de vida exercido pela temperatura ao longo de um gradiente latitudinal.
Estuaries are among the most productive ecosystems in the world, providing an important function as nursery grounds for marine fish whose spawning takes place offshore, and larvae migrate towards estuarine and shallow coastal areas. One of these species is Solea solea, a commercially important flatfish that is distributed between the Senegalese and Norwegian coasts. The aim of the present work was to analyse the latitudinal trend in nursery habitat colonization processes along its geographical distribution area: Venice lagoon (Italy), Mondego estuary (Portugal), Vilaine estuary (France) and Balgzand (Netherlands). Otolith microstructure was used to estimate age, the duration of the pelagic and metamorphosis stages, and the spawning period. A latitudinal cline was found for the main processes of the life cycle. Spawning started in December in the southernmost areas and in February in the Balgzand population, as well as hatching. A clear latitudinal pattern was also found for otolith shape, being the northern ones more spherical, despite that otolith shape may be related with age. A clear distinction between the northern and southern populations was found for the relationship between the hatch date and the date at metamorphosis. Finally, populations further north had higher growth rates, which indicate a countergradient growth compensation. This work highlighted the control exerted by temperature along the latitudinal gradient on species’ life cycle and early life dynamics.
Description: Dissertação de mestrado em Ecologia, apresentada ao Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/31217
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Vida - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese Ana Vaz.pdf5.44 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

451
checked on Sep 14, 2020

Download(s) 50

215
checked on Sep 14, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.