Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27805
Title: Estilos parentais, autoestima e comportamentos de agressão e vitimização entre pares em contexto escolar-bullying
Authors: Secco, Mônica Gabriella de Albuquerque Areias 
Orientador: Machado, Teresa Sousa
Keywords: Estilos parentais; Auto-estima, adolescente; Comportamento agressivo; Vitimização
Issue Date: 29-Jul-2014
Serial title, monograph or event: Estilos parentais, autoestima e comportamentos de agressão e vitimização entre pares em contexto escolar-bullying
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Com este estudo pretendeu-se analisar a influência dos estilos parentais na autoestima e no envolvimento em comportamentos de agressão e vitimização entre pares no contexto escolar – Bullying. Neste âmbito, procuramos conhecer os estilos parentais e a autoestima percebidos pelos adolescentes, assim como o envolvimento nos comportamentos de agressão e vitimização entre pares. Participaram deste estudo 83 adolescentes com média de idade 12,35 anos (DP= 1,21), de ambos os sexos, cursando entre a 5ª e a 8º série do ensino fundamental em uma escola pública na cidade de Irati-Paraná-Brasil. Os participantes responderam a quatro instrumentos, sendo o questionário sócio demográfico, Escala de Responsividade e Exigência (Teixeira & Gomes 2004), Escala de Autoestima de Rosenberg adaptada por Hutz (2000), e a Escala de Agressão e Vitimização entre pares (Cunha & Weber, 2007). O estudo mostra uma maior prevalência do estilo negligente tanto da mãe quanto do pai, a autoestima dos participantes do estudo configura-se em nível médio. Não foram encontradas correlações significativas entre os estilos parentais e a autoestima reportada pelos adolescentes. A dimensão exigência da mãe apresenta uma correlação negativa com a agressão relacional e tanto a exigência materna quanto a responsividade paterna apresentam correlação negativa com ataques à propriedade. A pesquisa aponta correlações significativas entre autoestima com agressão direta. Ao analisar os resultados obtidos é possível concluir que essa amostra aponta para um grupo que pode ser classificado como vítima-agressora devido suas médias (agressão direta, 11,46 e vitimização 16,54). Neste estudo, chamou atenção para um ponto a ser considerado: a de que vítimas também podem ser agressivas transformando em um ciclo vítima-autor.
This study was intended to examine the influence of parenting styles on self-esteem and involvement in behaviors of aggression and peer victimization in the school context - Bullying. In this context, we seek to meet the perceived parenting styles and self-esteem among adolescents, as well as involvement in the behaviors of aggression and peer victimization. The study included 83 adolescents with a mean age of 12.35 years (SD = 1.21), of both sexes, occurring between the 5th and 8th grade of elementary education in a public school in the city of Irati, Paraná, Brazil. Participants responded to four instruments, with the demographic questionnaire, and Demand Responsiveness Scale (Teixeira & Gomes 2004), Rosenberg Self-Esteem Scale adapted by Hutz (2000), and the Scale of Aggression and Peer Victimization (Cunha & Weber, 2007). The study shows a higher prevalence of negligente style of both mother and father, the self-esteem of the study participants configured in average level. No significant correlations between parenting styles and self-esteem reported by adolescents were found. The size requirement of the mother has a negative correlation with both relational aggression and maternal requirement regarding parental responsiveness are negatively correlated with attacks on property. The research shows significant correlations between self-esteem with direct aggression. When analyzing the results, we conclude that the sample points to a group which can be classified as a victim-aggressor because their means (direct aggression and victimization 11.46 16.54). In this study, called attention to a point to be considered: that victims may also be aggressive turning into a victim-perpetrator cycle.
Description: Dissertação de mestrado em Psicologia do Desenvolvimento, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/27805
Rights: openAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE - Monica Secco.pdf2.15 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 10

975
checked on Nov 28, 2022

Download(s) 50

813
checked on Nov 28, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.