Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/27438
Title: O género musical Concertado em três manuscritos do século XVII do fundo musical da Universidade de Coimbra: do contraponto improvisado à composição
Authors: Figueiredo, João
Orientador: Abreu, José
Estudante, Paulo
Keywords: Música
Contraponto improvisado
Género Concertado
Técnicas de contraponto musical
Tratados de música ibéricos
Pedagogia do Contraponto
Vicente Lusitano
MM 52
MM 236
MM 243
Improvised Counterpoint
Iberian music treatise
Counterpoint Pedagogy
Issue Date: 30-Oct-2014
Citation: FIGUEIREDO, João - O género musical Concertado em três manuscritos do século XVII do fundo musical da Universidade de Coimbra: do contraponto improvisado à composição. Coimbra : [s.n.], 2014. Dissertação de Mestrado. Disponível na WWW: http://hdl.handle.net/10316/27438
Abstract: O fundo musical da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra contém um espólio ímpar dos séculos XVI e XVII. Aí encontramos três manuscritos - o MM 52, o MM 236 e o MM 243 - nos quais se encontram um conjunto de composições musicais denominadas Concertados. Através da análise destas peças construídas sobre um Cantus Firmus, bem como da leitura crítica da tratadística musical ibérica do século XVI na sua parte referente ao contraponto, veremos como as práticas improvisatórias musicais, alicerçadas num conjunto alargado de técnicas de contraponto utilizadas pelos músicos do século XVI, se demonstram em peças escritas baseadas num Cantus Firmus, compostas num período histórico posterior - o século XVII. Este facto remete-nos para uma continuidade da forma de aprender e de trabalhar dos músicos, alterada aos poucos por questões relativas à passagem para uma predominância cada vez maior da escrita e da imprensa. Serão elencadas algumas razões para esta permeabilidade entre técnicas de contraponto improvisado e as técnicas utilizadas pelos compositores na sua música escrita. Este trabalho engloba também a edição crítica da primeira parte do MM 52.
The musical fund of the Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra contains a unique collection of printed and manuscript music from the sixteenth and seventeeth centuries. Belonging to this collection are three manuscripts - MM 52, MM 236 and MM 243 - where we can find a set of pieces named Concertados. Through the musical analysis of this pieces built over a Cantus Firmus, and the critical reading of Iberian music treatises from the sixteenth century in what concerns the counterpoint, we will see how the musical improvisational practices, founded in a large set of counterpoint techniques used by sixteenth century musicians, are clearly demonstrated in musical pieces from the seventeenth century. This fact takes us to a continuity on the way of learning and working of the musicians, changed little by little by questions related to a predominance of writing and printing. We will give some reasons for this permeability between improvised counterpoint techniques, and the techniques used by composers in writing music. This work features a critical edition of the first part of MM 52.
Description: Dissertação de Mestrado em Estudos Artísticos apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
Peer review: Yes
URI: http://hdl.handle.net/10316/27438
Appears in Collections:FLUC Secção de Artes - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese final com revisão.pdf16.66 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.