Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25614
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSimões, Marta-
dc.contributor.authorFerreira, Liliana Gomes-
dc.date.accessioned2014-04-29T10:35:04Z-
dc.date.available2014-04-29T10:35:04Z-
dc.date.issued2014-02-19-
dc.identifier.citationFerreira, Liliana Gomes - Recuperação pós-crise e desempenho macroeconómico de longo-prazo : o papel do sistema bancário na Zona Euro, Coimbra, 2014.por
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/25614-
dc.descriptionTrabalho de projeto do mestrado em Economia (Economia Financeira), apresentado à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Marta Simões.por
dc.description.abstractA recente crise financeira veio expor a existência de vulnerabilidades no sistema bancário europeu, provocadas essencialmente pela desregulação dos mercados financeiros que caracterizaram as últimas décadas. Consequentemente, o crédito bancário ao setor privado, que constituí uma das principais fontes de financiamento das empresas, caiu substancialmente. Esta queda traduz-se numa forte contração da atividade das empresas, nomeadamente do investimento, fragilizando as perspetivas de recuperação e de crescimento económico na Zona Euro. Todavia, um aumento do crédito sem uma adequada regulação do sistema bancário pode conduzir a instabilidade no mesmo e eventuais crises, como custos importantes em termos de produto. As restrições acrescidas impostas ao setor bancário da Zona Euro pelos Acordos de Basileia III poderão dificultar a recuperação da recessão económica atualmente vivida, uma vez que os requisitos mínimos de capital mais elevados penalizam a dinâmica de crédito. No entanto, promovem a estabilidade financeira ao reduzirem a probabilidade das crises bancárias. Face a este enquadramento, com o objetivo de analisar as potenciais consequências da evolução recente do crédito bancário na Zona Euro, não apenas em termos de recuperação pós-crise, mas também de desempenho macroeconómico de longo prazo, foram realizadas previsões dos valores do crédito bancário ao setor privado e do crédito às empresas até 2015 para a Zona Euro, com base num modelo ARIMA. Os resultados sugerem a manutenção da tendência de diminuição quer do crédito ao setor privado, quer do crédito às empresas. Este comportamento, podendo prejudicar uma mais rápida recuperação da crise, pode contudo ter um impacto positivo de longo prazo no comportamento do produto se a estabilidade resultante se traduzir num crescimento sustentável do crédito.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherFEUCpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectCrédito bancáriopor
dc.subjectEstabilidade financeirapor
dc.subjectRegulação macroprudencialpor
dc.subjectCrescimento económicopor
dc.subjectARIMApor
dc.subjectZona Europor
dc.titleRecuperação pós-crise e desempenho macroeconómico de longo-prazo : o papel do sistema bancário na Zona Europor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedYespor
dc.identifier.tid201479605-
uc.controloAutoridadeSim-
item.fulltextCom Texto completo-
item.languageiso639-1pt-
item.grantfulltextopen-
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
LilianaFerreira_dissertacao.pdf2.54 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 10

841
checked on Aug 4, 2020

Download(s) 5

2,447
checked on Aug 4, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.