Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/25110
Title: Caracterização objetiva da catarata com recurso a técnicas por ultrassons
Authors: Jesus, Danilo Andrade de 
Orientador: Santos, Mário
Santos, Jaime Batista dos
Caixinha, Miguel
Keywords: Catarata; Facoemulsificação
Issue Date: 2012
Citation: Jesus, Danilo Andrade de - Caracterização objetiva da catarata com recurso a técnicas por ultrassons. Coimbra, 2012. Tese de Mestrado.
Abstract: A catarata resulta da acumulação de lesões ao longo do tempo, o que conduz à alteração do cristalino. Atualmente existem mais de 20 milhões de pessoas no mundo que sofrem de catarata, sendo a principal causa da perda de visão. A facoemulsificação é o procedimento cirúrgico mais utilizado para extrair a catarata e recuperar a acuidade visual. A determinação incorreta da energia ótima de facoemulsificação, que depende da rigidez do cristalino com catarata, poderá provocar danos irreversíveis, nomeadamente a destruição das células do endotélio da córnea ou a destruição da cápsula posterior do cristalino. As técnicas por ultrassons podem ser utilizadas para determinar a rigidez do cristalino. Nesse âmbito, procedeu-se à caraterização objetiva da catarata em cristalinos de suínos, permitindo a análise de parâmetros acústicos como a velocidade e a atenuação ex-vivo. A velocidade de propagação foi calculada através de três abordagens diferentes, o tempo de voo entre as cápsulas anterior e posterior, a análise em frequência e o tempo de voo utilizando um refletor plano. O cálculo da atenuação também foi realizado considerando três metodologias: a diferença espectral entre os ecos das cápsulas anterior e posterior, a diferença espectral entre o eco de um refletor, com e sem o cristalino, e a análise através do sinal de backscattering. Ainda relativamente à atenuação, foi estudada a dependência da atenuação com a frequência. Para além dos métodos referidos também foi utilizada a distribuição Nakagami, o B-scan e o Sonograma para analisar o cristalino. Os resultados deste estudo confirmam que a velocidade e a atenuação dos ultrassons aumentam com a progressão da catarata (p <0.001). A velocidade de propagação calculada através do método que fez uso de um refletor plano, embora fosse consistente com as outras duas abordagens, apresentou valores inferiores. No que respeita à atenuação, os dois primeiros métodos utilizados apresentaram uma boa concordância (ICC = 0.717, p<0.001). Para ambos os métodos, observou-se que o valor da atenuação se mantinha após os 120 minutos de imersão (p> 0.05). O cálculo da atenuação através do sinal de backscattering também revelou um aumento consistente. Observou-se também, e ao contrário do B-scan, que o parâmetro Nakagami e o Sonograma podem ser utilizados para caracterizar o cristalino. O trabalho desenvolvido mostrou que os ultrassons podem ser utilizados para caracterizar a rigidez do cristalino. O conhecimento exato da rigidez do cristalino contribuirá para o aumento dos níveis de segurança da cirurgia de facoemulsificação da catarata. Palavras Chave (Tema): Catarata, cristalino, facoemulsifcação. Palavras Chave (Tecnologias): Ultrassons, velocidade, atenuação, backscattering
URI: http://hdl.handle.net/10316/25110
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCTUC Física - Teses de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Caracterização objetiva da catarata com recurso a técnicas p.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

580
checked on Oct 21, 2021

Download(s)

142
checked on Oct 21, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.