Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/24642
Title: Austeridade e direitos humanos : a dialética da violência económica : faces da segurança humana sob o triângulo de Galtung na atual crise europeia
Authors: Jorge, Eduardo Martins 
Orientador: Pureza, José Manuel
Keywords: Europa; Euro; Portugal; Espanha; Grécia; Crise; Austeridade; Violência; Segurança humana
Issue Date: 24-Oct-2013
Publisher: FEUC
Citation: Jorge, Eduardo Martins - Austeridade e direitos humanos : a dialética da violência económica : faces da segurança humana sob o triângulo de Galtung na atual crise europeia. Coimbra, 2013
Abstract: Os graves problemas no setor imobiliário dos Estados Unidos em 2007, referentes aos investimentos de alto risco através do sistema de hipotecas, causaram um impacto negativo no ambiente macroeconómico internacional. Em pouco tempo, o fenómeno já seria conhecido como “crise económica global” ao afectar directamente grandes economias desenvolvidas, que entravam em processo de recessão. A chamada “crise” reuniu esforços de instituições internacionais, nomeadamente o Fundo Monetário Internacional, o Banco Central Europeu e a Comissão Europeia, no sentido de retomar a estabilidade do ambiente macroeconómico. A comissão formada pelas instituições, a qual foi chamada Troika, projetou medidas de caráter austeritário que deveriam ser implentadas pelos Estados em recessão, juntamente com empréstimos vultosos para controlar as dívidas públicas e o potencial de crescimento. A austeridade fiscal implementada gradualmente deflagrou o empobrecimento compulsório destas sociedades e grandes prejuízos no âmbito dos direitos básicos, como saúde, educação, emprego e previdência. Por afectar directamente a vida dos cidadãos, notou-se com evidência que a condução dos processos políticos e diplomáticos, em direção à austeridade, apresentou elementos contraditórios à democracia e aos direitos humanos. Desta forma os estudos para a paz conferem o suporte necessário para compreender as diferentes trajetórias dos tipos de violência envolvidos no processo e auxiliam na construção de outras leituras possíveis sobre o mesmo fenómeno, nomeado doravante de Violência Económica, marcadamente económico, violentamente social.
Description: Dissertação de mestrado em Relações Internacionais (Estudos da Paz e da Segurança), apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de José Manuel Pureza.
URI: http://hdl.handle.net/10316/24642
Rights: openAccess
Appears in Collections:FEUC- Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Eduardo-Dissertação-final.pdf769.47 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

468
checked on Aug 17, 2022

Download(s) 50

305
checked on Aug 17, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.