Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/2094
Title: Estudo da tenacidade da zona afectada pelo calor de soldaduras em aços estruturais de alta resistência, temperados e revenidos
Authors: Loureiro, Altino de Jesus Roque 
Keywords: Tecnologia da Produção; Engenharia Mecânica
Issue Date: 29-Jul-1991
Citation: LOUREIRO, Altino de Jesus Roque - Estudo da tenacidade da zona afectada pelo calor de soldaduras em aços estruturais de alta resistência, temperados e revenidos. Coimbra, 1991. 254 p.
Abstract: Esta investigação teve por objectivo estudar a influência do ciclo térmico na microestrutura e no comportamento mecânico da zona supercrítica de soldaduras realizadas nos aços temperados e revenidos WEL-TEN 60 (Nippon Steel Corporation) e RQT 701 (British Stell Corporation). A realização do amanteigamento do bordo das chapas, pelo processo de arco submerso, permitiu a produção de zonas afectadas pelo calor (ZACs) com forma planar e normais à superfície dos elementos a soldar. Deste modo foi possível estudar o comportamento mecânico de estruturas individualizadas na presença de um gradiente microestrutural e analisar a influência da fracção de zona frágil na tenacidade da ZAC. Os ciclos térmicos induzidos foram registados em sistemas analógicos e digitais e comparados com um estudo de transferência de calor realizado pelo método das diferenças finitas. O escoamento de calor no amanteigamento faz-se de forma bidimensional devido à rápida saturação térmica na direcção da espessura. As temperaturas de início e fim de transformação de fase foram determinadas por análise térmica derivada "in situ" e por análise dilatométrica. As temperaturas obtidas pelos dois métodos são muito semelhantes o que confirma o funcionamento adequado do sistema derivador desenvolvido e construido na Universidade de Coimbra. Estas temperaturas tendem a subir com a redução da velocidade de arrefecimento. O aumento da energia térmica específica adicionada e consequentemente do parâmetro [[Delta]]t8/5 ocasionou o crescimento do tamanho de grão da austenite prévia (t.g.) e a substituição de estruturas constituidas por martensite autorevenida e bainite inferior por estruturas bainíticas grosseiras. Essa evolução estrutural é acompanhada pela diminuição da dureza e tenacidade na ZAC. Esta tendência foi observada sobre provetes retirados de soldaduras e sobre provetes simulados. O aço RAT 701, mais rico em carbono, apresenta na ZAC dureza mais elevada e tenacidade mais baixa que o aço WEL-TEN 60, para condições de soldadura semelhantes. A tenacidade tende a diminuir também com o aumento da fracção de zona frágil presente na ZAC de soldaduras multi-camada. Foram ainda definidas correlações lineares entre a dureza e a tenacidade Charpy e entre esta e a tenacidade avaliada através dos ensaios COD (Crack Opening Displacement) e integral de contorno J. Estas correlações podem ser aplicadas no projecto e inspecção de estruturas soldadas.
Description: Tese de doutoramento em Ciências da Engenharia (Engenharia Mecânica - Tecnologia de Produção) apresentada à Fac. de Ciências e Tecnologia da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/2094
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Eng.Mecânica - Teses de Doutoramento

Show full item record

Page view(s) 50

505
checked on Jul 28, 2021

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.