Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/20781
Title: Habilidades psicológicas e ansiedade traço no andebol : estudo exploratório realizado com atletas da 1ª divisão de andebol feminino
Authors: Brígido, Sílvia Isabel Lopes 
Orientador: Teixeira, Ana
Gaspar, Pedro Miguel Pereira
Keywords: Andebol; Psicologia do desporto
Issue Date: 2003
Abstract: Com este estudo pretendemos avaliar as competências psicológicas e o nível de ansiedade traço em atletas de andebol. Assim como, verificar qual a relação de variáveis como os anos de experiências na modalidade, maior nível desportivo alcançado, posição em campo e classificação das equipas, com as variáveis psicológicas referidas anteriormente. Para tal participaram neste estudo 110 atletas de nacionalidade portuguesa, do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 17 e os 41 anos (Md= 22,82), que representam os 10 clubes de andebol feminino da 1º Divisão. Os instrumentos de medida utilizados para a avaliação das diferentes variáveis psicológicas, habilidades psicológicas e ansiedade traço, foram respectivamente o questionário “Athletic Coping Skills Inventory- 28” (ACSI-28) e “Sport Competition Anxiety Test” (SCAT). Para efeitos de análise e tratamento estatístico dos dados, foram utilizados diversos procedimentos e análises, disponíveis no programa “Statistical Package for Social Sciences-SPSS- Windows” (versão 11.5). Dos resultados obtidos neste estudo, podemos constatar que de todas as competências psicológicas avaliadas a concentração e motivação foram aquelas onde as atletas da 1º divisão de andebol feminino apresentaram melhores resultados. Enquanto que a preparação mental foi a competência psicológica que as atletas demonstram ter uma menor vivência. Relativamente à ansiedade traço, os resultados obtidos permitiram constatar que existe uma tendência para as atletas apresentem uma certa ansiedade durante a competição. Os resultados obtidos evidenciaram também a existência de uma relação entre algumas das competências psicológicas e o nível de ansiedade traço, com as variáveis anos de experiências na modalidade, maior nível desportivo alcançado, posição em campo, equipa e respectiva classificação. Relativamente aos anos de experiência verificou-se que quanto maior for a experiência dos atletas na modalidade maior será a sua capacidade de concentração, de lidar com adversidade, o seu rendimento máximo sobre pressão, a sua confiança e motivação e os níveis de ansiedade traço são mais baixos.
Description: Dissertação de licenciatura apresentada à Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/20781
Rights: openAccess
Appears in Collections:FCDEF - Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
capa.pdf80.26 kBAdobe PDFView/Open
dissertação de licenciatura.pdf901.98 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 50

240
checked on Jun 18, 2019

Download(s) 5

2,232
checked on Jun 18, 2019

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.