Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/17718
Title: Ratio 2D-4D e capacidades cognitivas: possíveis relações : estudo preliminar com alunos do ensino básico (1º, 2º e 3º ciclo)
Authors: Pereira, Susana Isabel Igreja 
Orientador: Urbano, Pedro
Keywords: Testosterona pré-natal; Inteligência global; Capacidades cognitivas diferenciais; Sexos; Ratio 2D:4D
Issue Date: 2011
Serial title, monograph or event: Ratio 2D-4D e capacidades cognitivas possíveis relações : estudo preliminar com alunos do ensino básico (1º, 2º e 3º ciclo
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: O ratio (ou razão) entre os comprimentos dos dedos indicador e anelar (ratio 2D:4D) tem sido estudado como um putativo biomarcador na espécie humana da exposição às hormo-nas sexuais durante o período pré-natal cujos efeitos organizacionais sobre o desenvolvimento cerebral são cada vez mais aceites e conhecidos. Estando correlacionado negativamente com a testosterona e positivamente com o estrogénio, tal marcador manifesta-se de forma simples e facilmente mensurável, de forma não-invasiva (sujeitos expostos a quantidades elevadas de testosterona pré-natal, e mais baixas de estrogénio, tenderão a exibir ratios 2D:4D inferiores à unidade, enquanto que sujeitos expostos a quantidades inversas destas hormonas, tenderão a exibir ratios 2D:4D ≥ 1), o que o torna desde logo um traço anatómico sexualmente dimórfico (em média, os homens exibem ratios 2D:4D mais pequenos do que as mulheres) e o que tem levado a ser bastante utilizado no estudo de diversas variáveis influenciadas hormonalmente, ou sexualmente dimórficas, sendo as suas relações mais consistentes para a mão direita. Na presente dissertação, pretendeu-se analisar de forma preliminar e exploratória possíveis di¬fe-renças sexuais no ratio 2D:4D e avaliar possíveis diferenças entre sujeitos avaliados através da WISC-III (Estudo 1) e através da BPRD (Estudo 2), distinguindo-se sujeitos com ratio 2D:4D < 1 e com ratio 2D:4D ≥ 1; possíveis diferenças que foram também analisadas entre os indivíduos do sexo feminino e masculino. No Estudo 1, não se verificaram diferenças entre os subgrupos ratio 2D:4D < 1 e 2D:4D ≥ 1, nem entre sexos. No Estudo 2, também não se verificaram diferenças nas capacidades cognitivas diferenciais, entre os mesmo subgrupos, embora se tenham verificado diferenças entre sexos, estatisticamente significativas, para as provas do raciocínio abstracto e raciocínio mecânico, com as raparigas a pontuarem mais alto. Em ambos os estudos, verificou-se que as raparigas apresentavam ratios maiores do que os rapazes, em ambas as mãos, excepto, no ratio da mão esquerda, no Estudo 1 (embora tal dife-rença não se apresente estatisticamente significativa).
The ratio between the index (2D) and the ring fingers (4D) – the 2D:4D ratio – has been shown to be a marker of the exposure to sexual hormones during the prenatal period (hormones that influence cerebral development), and correlated negatively with testosterone and positively with oestrogen. Similarly, individuals exposed to high quantities of testosterone and lower quantities of oestrogen, in the prenatal period, show 2D:4D < 1 ratios; and, individuals exposed to inversed levels of these hormones show 2D:4D ≥ 1 ratios. Therefore, on average, men show smaller 2D:4D ratios than women. The 2D:4D ratio has often been used in the study of several hormonally influenced variables, including sexually-dimorphic variables, and the links between them has been shown to be more consistent for the right hand. The present study was conducted to analyse sexual differences in the 2D:4D ratio and to evaluate possible differences in general intelligence (study one) and in some of the differential cognitive capacities (study two), between individuals with 2D:4D < 1 ratio and individuals with 2D:4D ≥ 1 ratio. The possible differences in the general intelligence (study one) and in some of the differential cognitive capacities (study two) were also analysed between sexes. In study one, WISC-III was used and in study two BPRD was used. In study one, no differences at the level of the general intelligence were verified between 2D:4D <1 and 2D:4D=>1 ratios, nor between sexes. In study two, differences in the differential cognitive capacities were also not verified between 2D:4D <1 and 2D:4D ≥ 1 ratios, but statistically significant differences between sexes were verified for the “abstract” and “mechanical” reasoning tests, with girls scoring higher. For both studies, it was verified that girls obtained higher ratios than boys, for both hands, except in the ratio for the left hand in study one (although this difference is not statistically significant).
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia, área de especialização em Psicologia do Desenvolvimento, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/17718
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado

Show full item record

Page view(s) 5

980
checked on Sep 24, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.