Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/14231
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLima, Luiza Nobre-
dc.contributor.authorFragata, Célia Sofia da Silva-
dc.date.accessioned2010-12-13T09:43:17Z-
dc.date.available2010-12-13T09:43:17Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationFragata, Célia Sofia da Silva - Avaliação pediátrica da ansiedade face à dor na função venosa em crianças com e sem problemas do desenvolvimento. Coimbra: [ed. autor], 2010en_US
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10316/14231-
dc.descriptionDissertação de mestrado em Psicologia, apresentada à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbraen_US
dc.description.abstractA partir da concepção de Dor Pediátrica, avaliou-se o grau de ansiedade e a intensidade da dor relacionada, em crianças com e sem perturbações do desenvolvimento no procedimento invasivo da punção venosa. Numa amostra de 60 crianças, 44 sem perturbação do desenvolvimento e 16 com perturbação, com idades compreendidas entre os 5 e os 12 anos de idade, a intensidade da dor (“imaginada”/“sentida”) foi avaliada por meio da Faces Pain Scale (FPS-R), e o grau de ansiedade (“antecipatória”/“verificada”) através da Visual Analogue Scale (VAS). Os resultados obtidos demonstraram que os valores de ansiedade “antecipatória” e “verificada” se encontravam altamente correlacionados e dependem da dor “imaginada” e “sentida” respectivamente, à excepção do grupo com problemas de desenvolvimento, em que a ansiedade antecipatória não foi explicada pela dor imaginada. Os constructos avaliados em ambas as fases do procedimento não mostraram diferenças estatísticas significativas entre os dois grupos de crianças. Em suma, o estudo forneceu evidência que a ansiedade depende da dor na punção venosa.en_US
dc.description.abstractFrom the conception of the paediatric pain, was assessed the anxiety and the related intensity of pain in children with and without developmental disabilities undergoing a routine venipuncture. This study involve a group of 60 children, 44 without developmental disabilities and 16 with developmental disabilities, witch ages were comprehended between 5 and 12 years, their intensity of pain (“Imagine”/“Felt”) was assessed with the Faces Pain Scale (FPS-R), and their anxiety (“Anticipatory”/”Verified”) with the Visual Analogue Scale (VAS). The results of this study revealed that “anticipatory” and “verified” anxiety depends and are highly correlated with “imagine” and “felt” pain respectively, with the exception of the group with developmental disabilities where the anticipatory anxiety was not explain by the “imagined” pain. The constructs availed in booth of the procedure do not reveal a statistically reliable difference between the two groups of children. In conclusion, this study gives the evidence that the anxiety depends of pain in the venipuncture.en_US
dc.language.isoporen_US
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectDoren_US
dc.subjectAnsiedadeen_US
dc.subjectCriançaen_US
dc.titleAvaliação pediátrica da ansiedade face à dor na função venosa em crianças com e sem problemas do desenvolvimentoen_US
dc.typemasterThesisen_US
uc.controloAutoridadeSim-
item.languageiso639-1pt-
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
crisitem.advisor.researchunitCenter for Research in Neuropsychology and Cognitive Behavioral Intervention-
crisitem.advisor.orcid0000-0002-2961-2778-
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat
Avaliação Pediátrica da Ansiedade face à Dor.pdf2.53 MBAdobe PDFView/Open
Show simple item record

Page view(s) 50

416
checked on Oct 20, 2020

Download(s) 50

222
checked on Oct 20, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.