Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/13457
Title: “Tanto de meu estado me acho incerto”: contradições do amor, de Catulo a Ovídio
Authors: André, Carlos Ascenso
Keywords: Amor e poesia
Amor-ódio
Paradoxos do amor
Antíteses do amor
Catulo
Propércio
Ovídio
Literatura latina – amor
Love and poetry
Love-hate
Paradoxes of love
Antitheses of love
Catullus
Propertius
Ovid
Latin literature–love
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade de Aveiro. Departamento de Línguas e Culturas
Citation: Ágora : estudos clássicos em debate. 7 (2005) 37-63
Abstract: O mais famoso texto da literatura latina que exprimiu os paradoxos do amor é o célebre Carmen 85 de Catulo, que abre justamente com o oximoro Odi et amo. A formulação de uma tal visão antitética do amor teve, no entanto, bem mais largo acolhimento entre os poetas de Roma. Lembremos, por exemplo, Virgílio, na Eneida, onde a paixão entre Dido e Eneias, nomeadamente no momento do seu desenlace trágico, faz convergir ambos os sentimentos, ou melhor, faz operar, de uma forma pouco menos que abrupta, o trânsito de um para o outro. Propércio, em certa medida, pode ser lido de modo não muito diverso, na relação conflituosa que manteve com Cíntia. E o próprio Catulo não exprime de forma diferente a sua relação amorosa com Lésbia. Ovídio, entretanto, é um poeta raramente citado a este respeito. Há um poema, todavia, que segue de perto o modelo catuliano: o turbilhão de sentimentos contraditórios que Catulo exprimiu, de modo sublime, no Carmen 85, desenvolve-o o Sulmonense, com não menor expressividade, na elegia 3.11b dos Amores. Aí, a luta permanente entre os dois sentimentos, o ódio e o amor, é expressa com uma força e uma intensidade notáveis; a oposição dialéctica entre ambos transforma-se numa quase obsessão, ao longo de vinte versos. O objectivo deste artigo é, justamente, demonstrar a forma como este tema alcançou largo acolhimento na poesia latina, assim antecipando a fortuna que viria a obter na literatura de todos os tempos.
URI: http://hdl.handle.net/10316/13457
ISSN: 0874-5498
Appears in Collections:FLUC Secção de Estudos Clássicos - Artigos em Revistas Nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Contradições do amor, de Catulo a Ovídio.pdf101.67 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.