Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/11124
Title: "Quem tem amigos tem saúde": O papel das redes sociais no acesso aos cuidados de saúde
Authors: Portugal, Sílvia 
Issue Date: Sep-2005
Publisher: Centro de Estudos Sociais
Citation: Oficina do CES. 235 (2005).
Abstract: Partindo de uma discussão mais ampla sobre o papel das redes sociais na produção de bem-estar, o presente texto analisa, especificamente, o acesso aos cuidados de saúde. Por um lado, descreve-se a morfologia das redes, dando especial atenção ao tipo de laços activados e, sobretudo, à distinção entre laços fortes e laços fracos; por outro lado, discute-se a articulação das redes sociais com as esferas do Estado e do mercado. Esta análise permite concluir pela importância das redes sociais no acesso aos cuidados de saúde, revelando duas faces da mesma moeda: a força das relações informais e a fragilidade da relação formal entre Estado e cidadãos. Os indivíduos conseguem através dos laços sociais aquilo que não conseguem através do vínculo de cidadania: serviços públicos eficientes e de qualidade. As deficiências da provisão dos cuidados públicos são colmatadas pela eficácia das relações informais. Esta conclusão permite-nos corroborar mais uma vez a tese de uma sociedade-providência forte para um Estado-Providência fraco; no entanto, chama também a atenção, de novo, para a reprodução das desigualdades sociais que este modelo implica.
URI: http://hdl.handle.net/10316/11124
Rights: openAccess
Appears in Collections:I&D CES - Oficina do CES
FEUC- Vários

Files in This Item:
File Description SizeFormat
O papel das redes sociais no acesso aos cuidados de saúde.pdf72.41 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s) 20

580
checked on Sep 29, 2020

Download(s) 50

237
checked on Sep 29, 2020

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.