Please use this identifier to cite or link to this item: https://hdl.handle.net/10316/99384
Title: REssignificar o lugar Projeto de reabilitação e valorização do mosteiro de Santa Cruz de Coimbra e área urbana envolvente
Other Titles: Re-signifying the place Rehabilitation and valorization project for Coimbra's Santa Cruz mostery and the surrounding urban area
Authors: Rebimbas, Rafael Marques
Orientador: Ribeiro, João de Lima Mendes
Lobo, Rui Pedro Mexia
Keywords: Santa Cruz Monastery; 1834; Past references; Rehabilitation; Museography; Mosteiro de Santa Cruz; 1834; Referências do passado; Reabilitação; Museografia
Issue Date: 17-Dec-2021
Serial title, monograph or event: REssignificar o lugar Projeto de reabilitação e valorização do mosteiro de Santa Cruz de Coimbra e área urbana envolvente
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: This document proposes the dignification of Coimbra’s Santa Cruz Monastery, through its rehabilitation as a museum space. National Monument since 1907, and reaching the category of National Pantheon in 2003, as the two first kings of Portugal are buried there, the Santa Cruz Monastery is currently one of the most important heritage spaces in Coimbra. After its foundation, in 1131, the Romanesque structure would be subjected to Manueline and, later, Johannine interventions. Despite its historical importance, the extinction of the religious orders in 1834, plunged the monastery into an immense loss of character with the extinction of several spaces, as well as part of its collection which, given the vicissitudes of time, was diverted to other institutions.Our proposal goes through the contemporary reinterpretation of some of those spaces as they were in 1834. The starting point will be an historical approach to the monastery and its surroundings, later used as the main reference and justification for the proposed intervention. This one intends to give a new dynamic to the D. Pedro V Market through its replacement, and the subsequent transformation of the exterior space that surrounds the monastery. The proposal also intends to return the missing bell tower to the city, as well as the original scale and geometry to the Manga cloister, through a building that once again inserts the fountain into the original enclosure. This building will be the main focus of this work, translating into an expansion of the current museum space of the monastery, allowing not only the increase of the exhibition area, but also the introduction of essential functions that are currently missing. The connection between the two spaces also allows the creation of a logical visit route, making it possible to return and organize the entire collection of works.
Este documento propõe uma dignificação do Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, através da sua reabilitação enquanto espaço museológico. Monumento Nacional desde 1907, alcançando também a categoria de Panteão Nacional em 2003, por nele estarem enterrados os dois primeiros reis de Portugal, não surpreende que seja um dos espaços patrimoniais mais relevantes de Coimbra. Após a fundação, em 1131, o conjunto românico viria a ser submetido a intervenções manuelinas e, mais tarde, joaninas. Não obstante da sua importância histórica, com a extinção das ordens religiosas em 1834, acaba por mergulhar numa imensa descaracterização com a perda de alguns espaços, assim como parte do espólio que, com as vicissitudes do tempo, foi desviado para outras instituições.A nossa proposta passa exatamente pela reinterpretação contemporânea de alguns desses espaços à data de 1834. O ponto de partida será, por isso, uma abordagem histórica ao mosteiro e espaço envolvente, usada posteriormente como principal referência e justificação da intervenção. Esta, pretende dar uma nova dinâmica ao Mercado D. Pedro V através da sua substituição, e subsequente transformação do espaço exterior que envolve o mosteiro. Pretende ainda devolver à cidade a desaparecida torre sineira, assim como ao claustro da Manga a sua escala e geometria original, através de um edifício que insere novamente a fonte na clausura primitiva. Este edifício será o principal objeto de trabalho, constituindo-se como uma ampliação do espaço museológico atual do mosteiro, permitindo não só o aumento da área expositiva, como a introdução de funções essenciais que lhe faltam atualmente. A ligação entre os dois espaços facilita também a criação de um percurso lógico de visita, tornando ainda possível o retorno e organização de todo o espólio de obras.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Arquitetura apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: https://hdl.handle.net/10316/99384
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Rafael Rebimbas.pdf180.27 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

96
checked on Feb 27, 2024

Download(s)

54
checked on Feb 27, 2024

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons