Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98514
Title: Dinâmica entre os problemas sociais e o nível socioeconómico nos anos de 2010, 2013, 2016 e 2019, na região centro de Portugal
Other Titles: DYNAMICS BETWEEN SOCIAL PROBLEMS AND SOCIOECONOMIC STATUS IN 2010,2013,2016 AND 2019, IN THE CENTRAL REGION OF PORTUGAL
Authors: Barbosa, Sara Maria Martingo
Orientador: Paiva, Bárbara Cecília Bessa dos Santos Oliveiros
Santiago, Luiz Miguel de Mendonça Soares
Keywords: Problemas Sociais; Capítulo Z; ICPC-2; Classe Social; Índice Graffar; Social Problems; Chapter Z; ICPC-2; Social Class; Graffar Index
Issue Date: 25-Mar-2021
Serial title, monograph or event: DINÂMICA ENTRE OS PROBLEMAS SOCIAIS E O NÍVEL SOCIOECONÓMICO NOS ANOS DE 2010, 2013, 2016 E 2019, NA REGIÃO CENTRO DE PORTUGAL
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: Em Medicina Geral e Familiar, através de um sistema de classificação comum – a International Classification for Primary Care-2 (ICPC-2), é possível codificar a atividade clínica realizada em cada consulta. Pretendeu-se estudar a relação entre as classificações realizadas no capítulo Z da ICPC-2, que corresponde aos problemas sociais, e o nível socioeconómico, calculado através da escala de Graffar, um preditor do estado de saúde populacional de cada pessoa que consultou o médico. Tendo em atenção o período de necessidade de auxílio financeiro externo entre 2011 e 2014, em consequência da crise económica ocorrida em Portugal, pretendeu-se avaliar, na região geográfica da administração regional de saúde do centro (ARS-C), a relação entre os problemas sociais e o nível socioeconómico antes (2010), durante (2013), imediatamente após (2016) e alguns anos depois de tal crise com a necessidade de assistência financeira (2019). Materiais e Métodos: Foi realizado um estudo observacional, transversal e descritivo com dados colhidos em anonimato e cedidos pela ARS-C. Foram recolhidos dados relativos aos problemas sociais pela classificação ICPC-2 como motivo de consulta, o nível socioeconómico e o local de realização da consulta em função do agrupamento de centros de saúde (ACeS) da ARS-C para os anos em estudo. Realizou-se estatística descritiva, cálculo de dinâmica de crescimento e inferenciação adaptada à tipologia dos dados. Resultados: O diagnóstico de problemas sociais correspondeu a 0.003%, 0.001%, 0.007% e 0.032% do número total de consultas, em cada ano, nos doentes com Índice de Graffar calculado. Foi possível observar que nos anos de 2010, 2016 e 2019, o Índice de Graffar mais prevalente foi o médio, à exceção do ano de 2013 em que o mais prevalente foi o Índice de Graffar médio-baixo. Em 2016 e 2019 verificou-se que o sexo masculino estava significativamente em nível económico-social mais baixo que o feminino. Discussão e Conclusão: Verificou-se uma pequena proporção dos problemas sociais, provavelmente por estes não serem motivo expresso de consulta, pela dificuldade na expressão da sintomatologia, pela necessidade de consultas mais longas ou pela influência da relação médico-doente. Na amostra, a classe social baixa apresentou valores muito inferiores às taxas de risco de pobreza em Portugal. Nos anos de maior impacto socioeconómico da crise, 2010 a 2013, verificou-se menor frequência de consultas, podendo refletir tal maior dificuldade ao acesso dos Serviços de Saúde pela atualização no valor das taxas moderadoras de acesso ao Serviço Nacional de Saúde, pelo valor da deslocação e pela crise socioeconómica em si mesma.
Introduction: In General Practice/Family Medicine, clinical activity in each consultation can be coded by an international classification system - the international classification for primary care-2 (ICPC-2). The present study aimed to study the relationship between the classifications carried out in chapter Z (social problems), ICPC-2 classification, and the socioeconomic level, calculated using the Graffar Index, which is a predictor of the population health status for each person who consulted the doctor. Bearing in mind the period of need for external financial assistance between 2011 and 2014, as a result of the economic crisis that occurred in Portugal, it was intended to assess the relationship between social problems and the socioeconomic level, in the geographic region of ARS-C, before (2010), during (2013), immediately after (2016) and some years after such a crisis with the need for financial assistance (2019). Methods: An observational, cross-sectional and descriptive study was conducted with data collected in anonymity and provided by the regional health administration (ARS-C). Data on social problems were collected using the ICPC-2 classification as a reason for consultation, the socioeconomic level and the place where the consultation took place, according to the sub-regional health entity (ACeS) for the years under study. Descriptive statistics, growth dynamics calculation and adapted inferential statistics were performed. Results: The diagnosis of social problems was made in 0.003%, 0.001%, 0.007% and 0.032% of the total number of consultations, each year, in patients with a calculated Graffar Index. In the years 2010, 2016 and 2019, the most prevalent Graffar Index was the median one, except for the year 2013 in which the most prevalent was the medium-low Graffar Index. In 2016 and 2019 male gender was significantly at a lower socio-economic level than the female one. Discussion and Conclusions: There was a small proportion of social problems, probably because they were not an expressed reason for consultation, because of the difficulty in expressing symptoms, the need for longer consultations or the influence of the doctor-patient relationship. The low social class showed values well below the risk of poverty rates in Portugal. In the years of greatest socio-economic impact of the economic crisis, 2010 to 2013, less frequency of consultations was verified, probably reflecting the cost of fees for access to the National Health Service, the cost of displacement and the socio-economic crisis in itself.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98514
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho Final Sara.pdf579.75 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

15
checked on Aug 5, 2022

Download(s)

6
checked on Aug 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons