Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98446
Title: Abordagem loco-regional na terapêutica do carcinoma hepatocelular
Other Titles: Loco-regional approach in the treatment of hepatocellular carcinoma
Authors: Vaz, Ana Luísa Alves
Orientador: Tralhão, José Guilherme Lopes Rodrigues
Martins, Rui Miguel Rua Filipe
Keywords: Carcinoma hepatocelular; Resseção hepática; Transplante hepático; Ablação; Embolização; Hepatocellular carcinoma; Liver resection; Liver transplantation; Ablation; Embolization
Issue Date: 16-Mar-2021
Serial title, monograph or event: Abordagem loco-regional na terapêutica do carcinoma hepatocelular
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: Abstract Hepatocellular carcinoma ranks 5th in terms of the most frequent neoplasms, currently constituting one of the main causes of death from cancer. The vast investigation and growing knowledge on the mechanisms of this neoplasia, allowed the development of a set of therapies, which can be used alone or combined, thus contributing to a change in the treatment paradigm for these patients.Liver resection is the method of choice for approaching this carcinoma, however transplantation remains a curative option used when hepatectomy is contraindicated.The development of loco-regional ablation and embolization techniques has shown great efficacy and a growing interest in tumor combat, either alone or in conjunction with surgery, as they often allow tumor regression so that hepatocellular carcinoma meets the criteria for resectability and / or transplantation.Systemic targeted therapy, immunotherapy and the combination of loco-regional techniques have contributed to the possibility of curing this neoplasia.The author reviewed the various therapeutic options for approaching hepatocellular carcinoma currently used.
Resumo O carcinoma hepatocelular ocupa a 5ª posição no que diz respeito às neoplasias mais frequentes, constituindo atualmente uma das principais causas de morte por cancro. A vasta investigação e crescente conhecimento nos mecanismos desta neoplasia, permitiu o desenvolvimento de um conjunto de terapêuticas, que podem ser utilizadas isoladamente ou combinadas, contribuindo deste modo para uma mudança no paradigma do tratamento destes doentes. A resseção hepática constitui o método de eleição para a abordagem deste carcinoma, porém o transplante continua a ser uma opção curativa utilizada quando a hepatectomia está contra-indicada. O desenvolvimento de técnicas loco-regionais de ablação e embolização têm mostrado grande eficácia e um interesse crescente no combate tumoral, quer isoladamente quer em conjunto com a cirurgia por permitirem muitas vezes fazer uma regressão tumoral de modo que o carcinoma hepatocelular se enquadre nos critérios de ressecabilidade e/ou transplante.A terapêutica sistémica dirigida, a imunoterapia e a combinação de técnicas loco-regionais tem contribuído para a possibilidade de cura desta neoplasia. O autor fez uma revisão das várias opções terapêuticas de abordagem do carcinoma hepatocelular atualmente utilizadas.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98446
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TESE-ANA-LUÍSA.pdf990.62 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

12
checked on Aug 12, 2022

Download(s)

14
checked on Aug 12, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons