Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98444
Title: O Uso da Fosfomicina em Idade Pediátrica
Other Titles: The Use of Fosfomycin in Pediatrics
Authors: Fontoura, André Francisco Sevivas
Orientador: Rodrigues, Fernanda Maria Pereira
Teixeira, Maria Del Carmen Bento
Keywords: Pediatria; Fosfomicina; Farmacorresistência Bacteriana; Infeções Bacterianas; Pediatrics; Fosfomycin; Drug Resistance, Bacterial; Bacterial Infections
Issue Date: 7-Jun-2021
Serial title, monograph or event: O Uso da Fosfomicina em Idade Pediátrica
Place of publication or event: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Abstract: INTRODUÇÃO: A Resistência aos Antimicrobianos constitui um dos principais desafios de saúde global do século XXII. O surgimento de estirpes bacterianas multirresistentes a várias classes de antibióticos conduz à necessidade de adaptar os atuais esquemas terapêuticos para o tratamento destas infeções. Uma das possíveis soluções para este fenómeno prende-se com a reutilização de fármacos antigos, dentro dos quais se destaca a fosfomicina. No entanto, a experiência no uso desta em idade pediátrica é limitada. O objetivo deste estudo foi compilar e analisar a literatura existente sobre os possíveis benefícios do uso da fosfomicina no tratamento de infeções bacterianas nesta faixa etária. MÉTODOS: Foi elaborada uma pesquisa bibliográfica, recorrendo a publicações nacionais e internacionais de relevo, na língua portuguesa e inglesa, sob a forma de artigos científicos publicados. Utilizaram-se os motores de busca PubMed e Google Scholar e os termos MeSH “Fosfomycin”, “Pediatrics”, “Child”, “Infant, Newborn”, “Anti-Bacterial Agents”, “Drug Resistance, Bacterial”, “Pharmacokinetics”, “Urinary Tract Infections”, “Endocarditis”, “Osteomyelitis”, “Meningitis” e “Sepsis”. No total, foram selecionadas 114 publicações que constituem a base da construção do presente trabalho. RESULTADOS: Este artigo de revisão narrativa sumarizou os principais fatores a ter em conta na utilização da fosfomicina no tratamento de infeções bacterianas na população pediátrica. Este antibiótico tem um mecanismo de ação único, inibindo a síntese da parede celular bacteriana. Atinge concentrações elevadas em vários tecidos (sistemas urinário, nervoso central e respiratório, osso e coração). Tem um largo espetro de ação, incluindo atividade contra bactérias multirresistentes, com níveis de resistência reduzidos. Apresenta reduzidos efeitos adversos, sendo as manifestações gastrointestinais as mais frequentes. Atualmente, em Portugal, o uso da fosfomicina é restrito a infeções do trato urinário baixas não complicadas em adolescentes com mais de 12 anos. Neste artigo de revisão narrativa, efetuou-se uma análise da literatura existente e dos ensaios clínicos descritos no que toca ao seu uso em diferentes patologias. O uso deste antibiótico mostrou resultados positivos no tratamento de infeções do trato urinário, osteomielite hematogénica aguda, endocardite infeciosa, meningite bacteriana e sépsis pediátrica e neonatal. DISCUSSÃO E CONCLUSÃO: Dadas as suas propriedades físicas e químicas, a sua atividade bactericida in vitro, o seu perfil de segurança e os casos de sucesso já descritos, a fosfomicina apresenta-se como uma opção terapêutica a valorizar no futuro. Os autores reconhecem o seu papel principalmente em infeções causadas por estirpes multirresistentes e quando utilizada em terapias combinadas. No entanto, tendo em conta a limitada literatura existente no que toca à utilização in vivo da fosfomicina na população pediátrica, são necessários mais estudos para comprovar a sua eficácia.
INTRODUCTION: Antimicrobial Resistance is one of the main global health challenges of the 21st century. The emergence of multidrug-resistant bacteria leads to the need of adapting the current therapeutic schemes to treat these infections. One of the possible solutions to this phenomenon relies on the reuse of old drugs, in which fosfomycin stands out. However, the experience in using it in pdiatrics is limited. The aim of this study was to compile and analyze the existing literature on the possible benefits of using fosfomycin in the treatment of bacterial infections in this age group. METHODS: A bibliographic research was carried out, using relevant national and international publications, in Portuguese and English, in the form of published scientific articles. The PubMed and Google Scholar search engines and the MeSH terms “Fosfomycin”, “Pediatrics”, “Child”, “Infant, Newborn”, “Anti-Bacterial Agents”, “Drug Resistance, Bacterial”, “Pharmacokinetics”, “ Urinary Tract Infections”,“ Endocarditis ”,“ Osteomyelitis ”,“ Meningitis ”and“ Sepsis ”. In total, 114 publications were selected and form the basis for the construction of the present work. RESULTS: This review summarized the main factors to take into account when using fosfomycin to treat bacterial infections in the pediatric population. This antibiotic agent has an unique mechanism of action, inhibiting the synthesis of the bacterial cell wall. It reaches high concentrations in various tissues (urinary, central nervous and respiratory systems, bone and heart). It has a wide bacterial spectrum, including activity against multi-resistant bacteria, with reduced levels of resistance. It has reduced adverse effects, with gastrointestinal manifestations being the most frequent. Currently, in Portugal, the use of fosfomycin is restricted to uncomplicated low urinary tract infections in adolescents over 12 years old. This review also analyzed the existing literature and the described clinical trials with regard to its use in different pathologies. The use of this antibiotic agent has shown positive results in the treatment of urinary tract infections, acute hematogenous osteomyelitis, infectious endocarditis, bacterial meningitis and pediatric and neonatal sepsis. DISCUSSION AND CONCLUSION: Given its physical and chemical properties, its bactericidal activity in vitro, its safety profile and the success cases already described, fosfomycin presents itself as a therapeutic option to be valued in the future. Its role is recognized mainly in infections caused by multidrug-resistant bacterias and when used in combined therapies. However, in view of the limited literature that exists regarding the in vivo use of fosfomycin in the pediatric population, further studies are needed to prove its effectiveness.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98444
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
O Uso da Fosfomicina em Idade Pediátrica.pdf397.64 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

32
checked on Aug 4, 2022

Download(s)

81
checked on Aug 4, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons