Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98404
Title: Casa Museu Carlos Reis: a busca da identidade construída em décadas de história.
Other Titles: House Museum Carlos Reis: The search for the identity built over decades of history.
Authors: Pereira, Ana Paula Hostin
Orientador: Bettencourt, António Alberto de Faria
Keywords: Casa Museu; Valor histórico; Reabilitação de Edifícios; Carlos Reis; Normas portuguesas; House Museum; Historical value; Building Rehabilitation; Carlos Reis; Portuguese rules
Issue Date: 19-Jul-2019
Serial title, monograph or event: Casa Museu Carlos Reis: a busca da identidade construída em décadas de história.
Place of publication or event: DEC-FCTUC
Abstract: The proposed dissertation aims to be a simple contribution to safeguarding the house museum of a Portuguese naturalist painter in the 19th century, with an abundant historical value and own identity. Planning an intervention proposal with the aim of rescuing the painter's past and reconciling it with the rules ruled in Portugal will be the great challenge of this work. Carlos António Rodrigues dos Reis was born on February 21, 1863 in Vila de Torres Novas, in the parish of Santiago, Portugal. When he was only thirteen years old, he left for Lisbon, where he worked in a tobacconist's shop. In his spare time, he sketched everything he observed, which aroused interest in some of the customers who frequented the place. Carlos Reis was one of the most outstanding painters of the second generation of naturalist painters in Portugal. Influenced, of course, by Silva Porto, his first and great artistic mentor, he collaborated with the maintenance of Portuguese naturalist art. Besides being a painter, Carlos Reis was a teacher at the Lisbon School of Fine Arts. In 1913, on a visit to Lousã, the painter fell in love with the city and its landscapes and decided to build his painting studio and later his house, which he attended for seasons that alternated with his life in Lisbon. In 1937, a series of facts shook his health. On August 21, 1940, Carlos Reis could not bear a bronchopneumonia and eventually died in Coimbra. After his death, there were some internal but unfinished interventions in the residence. The main objectives of this work are to recognise the historical importance of the building and its values with a sensitive, rigorous and systematic look, to analyse what the building was, how it is and its possible interventions to preserve its identity and to draw up a proposal that complies with the RGEU (General Regulation on Urban Buildings), with regard to the organisation of space, the dimensional perspective, as well as the accessibility standards and fire safety regulations. This is the only way to comply with the current collective design of enshrining the building in question as the house museum of Carlos Reis. The study of this work will be based on a more in-depth analysis of the building, in search of documents and information that help to find other important points of the house that were not discovered at an earlier stage. On-site visits will be necessary to observe and obtain new measurements, visual inspection and photographic records. Drawings and details, will be essential to analyze intervention strategies, design intentions, as well as recognize the values about the residence. In addition to the analysis of the Portuguese standards, RGEU, accessibility and fire safety standards, so that an assessment can be prepared in conjunction with the proposed intervention. Finally, and as a conclusion, an analysis will be made of the data obtained to make it possible to create the House Museum Carlos Reis.
O trabalho de dissertação proposto pretende ser uma singela contribuição para a salvaguarda da residência museu de um pintor português naturalista do século XIX, com abundante valor histórico e uma identidade própria. Planear uma proposta de intervenção com o intuito de resgatar o passado do pintor e conciliar com as normas regidas em Portugal, será o grande desafio deste trabalho. Carlos António Rodrigues dos Reis nasceu a 21 de fevereiro de 1863 na Vila de Torres Novas, na freguesia de Santiago, em Portugal. Com apenas treze anos de idade, partiu para Lisboa, onde trabalhou numa tabacaria. Nos seus momentos de folga, fazia esboços de tudo o que observava, o que despertou interesse em alguns fregueses que frequentavam o local. Carlos Reis foi um dos mais destacados pintores da segunda geração de pintores naturalistas de Portugal. Influenciado evidentemente por Silva Porto, seu primeiro e grande mentor artístico, colaborou com a manutenção da arte naturalista portuguesa. Além de pintor, Carlos Reis foi professor na Escola de Belas Artes de Lisboa. Em 1913, numa visita à Lousã, o pintor apaixona-se pela cidade e suas paisagens e decide então construir seu atelier de pintura e mais tarde sua residência, que frequentava por temporadas que alternava com sua vida em Lisboa. Em 1937, uma série de factos abalou, e muito, a sua saúde. Em 21 de agosto de 1940, Carlos Reis não suportou uma broncopneumonia acabando por falecer em Coimbra. Após sua morte, houveram algumas intervenções internas na residência porém inacabadas. O presente trabalho tem por principais objetivos reconhecer a importância histórica do edifício e os seus valores com um olhar sensível, rigoroso e sistemático, analisar o que foi o edifício, como está e as suas possíveis intervenções para preservar a sua identidade e elaborar uma proposta que venha de acordo com o Regulamento Geral das Edificações Urbanas, no que respeita à organização do espaço, à perspetiva dimensional, bem como às normas de acessibilidade e à normativa de segurança contra de incêndios. Só assim se poderá cumprir o designo coletivo atual de consagrar a edificação em causa como a casa museu de Carlos Reis. O estudo deste trabalho será fundamentado numa análise mais aprofundada do edifício, em busca de documentos e informações que auxiliem a encontrar outros pontos importantes da casa que não foram descobertos numa fase anterior. Serão necessárias visitas in situ para observação e obtenção de novas medidas, inspeção visual e registos fotográficos. Desenhos e pormenores, serão imprescindível para analisar estratégias de intervenção, as intenções de projeto, assim como reconhecer os valores acerca da residência. Além de análises das normas portuguesas, RGEU, norma de acessibilidade e de segurança contra incêndio, para que seja elaborada uma avaliação em conjunto com a proposta de intervenção. Por fim, e em jeito de conclusão, será feita uma análise dos dados obtidos para que se faça possível criar a Casa Museu Carlos Reis.
Description: Dissertação de Mestrado em Reabilitação de Edifícios apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/98404
Rights: closedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Casa Museu Carlos Reis a busca da identidade construída em décadas de história.pdf1.85 MBAdobe PDF    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

9
checked on Aug 12, 2022

Download(s)

1
checked on Aug 12, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons