Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98378
Title: Intelligence quotient outcome following epilepsy surgery in pediatric age – a Systematic Review and Meta-Analysis
Other Titles: Quociente de inteligência após cirurgia da epilepsia em idade pediátrica – uma Revisão Sistemática e Meta-Análise
Authors: Alferes, Alexandre Maia Roldão
Orientador: Paiva, Bárbara Cecília Bessa dos Santos Oliveiros
Pereira, Cristina Duarte
Keywords: Epilepsia; Cirurgia; Quociente de Inteligência; Idade Pediátrica; Epilepsy; Surgery; Intelligence Quotient; Pediatric Age
Issue Date: 8-Jun-2021
Serial title, monograph or event: Intelligence quotient outcome following epilepsy surgery in pediatric age – a Systematic Review and Meta-Analysis
Place of publication or event: Faculty of Medicine, University of Coimbra, Portugal
Abstract: Referencial Teórico: Existe uma correlação bem estabelecida entre a epilepsia refratária em idade pediátrica e o desenvolvimento intelectual. Contudo, pouco se sabe sobre a influência dos procedimentos cirúrgicos utilizados no tratamento da epilepsia pediátrica no quociente de inteligência. Vários estudos referem subidas estatisticamente significativas no quociente de inteligência, enquanto outros não reportam alterações estatisticamente significativas. É objetivo de vários artigos identificar os fatores que possam influenciar o quociente de inteligência pós-operatório.Objetivos: Avaliar a influência da cirurgia para tratamento da epilepsia pediátrica nos níveis do quociente de inteligência; averiguar se os resultados diferem entre procedimentos curativos e paliativos; analisar que fatores têm valor prognóstico para o quociente de inteligência pós-operatório.Métodos: Foi realizada uma revisão sistemática com meta-análise com as palavras-chave "epilepsy", "epileptic", "surgery", "surgical", "Wechsler Scale" e "intelligence tests" nas bases de dados PubMed, the Cochrane Library, EMBASE e ClinicalTrials.gov. Foram eleitos apenas estudos em Inglês, Francês, Espanhol e Português, publicados desde 2000, com mais de 10 participantes (crianças com epilepsia submetidas a um procedimento cirúrgico para tratamento da epilepsia), um follow-up pós-operatório igual ou superior a um ano e uma medição do quociente de inteligência pré e pós-operatório, com uma Escala de Inteligência de Wechsler. Os dados relevantes foram extraídos e sumariados numa tabela. A qualidade dos estudos foi avaliada através da Escala de Newcastle-Ottawa. Foi realizada uma síntese descritiva dos dados para responder a cada um dos objetivos e, seguidamente, foi efetuada uma meta-análise de efeitos aleatórios com os oito artigos elegíveis. A medida de efeito utilizada foi a diferença estandardizada entre o quociente de inteligência pós-operatório e pré-operatório. Uma meta-regressão foi elaborada para averiguar se os seguintes fatores poderiam influenciar o quociente de inteligência pós-operatório: sexo, idade do início da epilepsia, duração da epilepsia, idade no momento da cirurgia, etiologia, tipo de cirurgia, classificação de Engel e hemisfério afetado.Resultados: A meta-análise dos estudos incluídos mostrou uma diferença de médias entre o quociente de inteligência total pós e pré-operatório de 1,014 pontos estandardizados (p < 0,001; 95%CI: 0,589 a 1,437). De entre os estudos sobre cirurgias curativas, apenas três reportaram um aumento significativo do quociente de inteligência pós-operatório. Relativamente aos procedimentos paliativos, ambos os estudos com calosotomias anteriores revelaram um aumento significativo dos valores do quociente de inteligência total, dois anos após a cirurgia. A meta-regressão realizada não encontrou nenhum preditor de mudança no quociente de inteligência total.Conclusões: Apesar de todas as limitações, a cirurgia da epilepsia em idade pediátrica aparenta ter, no geral, um efeito positivo no quociente de inteligência. Isto inclui procedimentos paliativos tais como a calosotomia anterior. Não foram encontrados bons preditores do quociente de inteligência pós-operatório. Será necessária mais investigação nesta área para tirar conclusões mais sólidas.Implicações: Podemos informar os pais das crianças com epilepsia refratária que não é expectável que existam resultados significativamente negativos no quociente de inteligência, no pós-operatório de cirurgia da epilepsia. Adicionalmente, é pouco provável que essas crianças necessitem de um programa de educação especial após a cirurgia, caso já não precisassem dele antes.
Rationale: There is a deep-rooted correlation between refractory epilepsy in pediatric age and intelligence development. However, little is known about whether surgical procedures used in pediatric epilepsy treatment can affect intelligence quotient or not. Several studies report significant intelligence quotient improvements while others report no statistically significant modifications. Factors that might influence post-operative intelligence quotient are also a matter of study in several articles.Aims: To evaluate whether surgery for pediatric epilepsy treatment improves, worsens or has no impact on intelligence quotient scores, to ascertain whether these results differ between curative and palliative surgical procedures and to analyze which factors have prognostic value for post-operative intelligence quotient. Methods: A systematic review with meta-analysis was conducted with the keywords "epilepsy", "epileptic", "surgery", "surgical", "Wechsler Scale" and "intelligence tests" in the databases PubMed, the Cochrane Library, EMBASE and ClinicalTrials.gov. Only studies in English, French, Spanish or Portuguese published since 2000 with more than 10 participants (children with epilepsy submitted to a surgical procedure for epilepsy treatment), a follow-up after surgery equal to or longer than one year and a pre- and post-operative measurement of intelligence quotient with the Wechsler Scales of Intelligence were eligible. Relevant data was extracted and summarized in a dataset. Study quality was addressed with the Newcastle-Ottawa Scale. A descriptive data synthesis was carried out to address each of the objectives and then a meta-analysis of random effects with the eight eligible articles was conducted. Standardized difference between post- and preoperative full-scale intelligence quotient was used for effect measurement. A meta-regression was performed to ascertain whether factors such as gender, age of onset of epilepsy, duration of epilepsy, age at surgery, etiology, type of surgery, Engel classification and affected hemisphere could influence post-operative intelligence quotient.Results: The meta-analysis of the studies included found a mean difference between post-operative and preoperative full-scale intelligence quotient values of 1.014 standardized points (p < 0.001; 95%CI: 0.589 to 1.437). Among all the articles regarding curative surgeries, only three reported an overall significant improvement in intelligence quotient after surgery. Regarding palliative procedures, both studies with anterior corpus callosotomy reported a significant improvement in full-scale intelligence quotient values two years after surgery. The meta-regression performed did not find any predictors of change in full-scale intelligence quotient.Conclusions: Despite all the limitations, it appears that epilepsy surgery in pediatric age has an overall positive effect on intelligence quotient. This includes palliative procedures such as the anterior corpus callosotomy. No good predictors of post-operative intelligence quotient were found. More research in this area is needed to draw more solid conclusions.Implications: Parents of refractory epilepsy children can be informed that significant negative outcomes in post-operative intelligence quotient are not expected. Additionally, a special education program for those children is unlikely to be required if it was not needed prior to surgery.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98378
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Trabalho Final MIM Alexandre PDF PDF.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

21
checked on Aug 12, 2022

Download(s)

17
checked on Aug 12, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons