Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98376
Title: Perturbação de Jogos de Internet nos jovens portugueses
Other Titles: Internet Gaming Disorder in portuguese young adults
Authors: Amaro, Pedro Miguel Carvalho
Orientador: Santiago, Luiz Miguel de Mendonça Soares
Keywords: Perturbação de Jogos de Internet; Jogos de vídeo; Adultos jovens portugueses; Internet Gaming Disorder; Video games; Portuguese young adults
Issue Date: 21-Jan-2021
Serial title, monograph or event: Perturbação de Jogos de Internet nos jovens portugueses
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: Introdução: A Perturbação de Jogos de Internet (PJI) é uma condição a ser integrada na próxima edição do DSM (Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais), face aos inúmeros malefícios associados ao hábito patológico de jogos de vídeo. Com este estudo pretendemos conhecer qual a prevalência desta perturbação numa amostra de jovens adultos portugueses, correlacionando-a secundariamente com o índice de deprivação socioeconómica e a satisfação com a funcionalidade familiar desses indivíduos. Métodos: Foi feita divulgação de um inquérito “on-line” para recolha de respostas. Foram considerados para análise apenas os indivíduos que tivessem respostas positivas para jogos “on-line”. Os indivíduos foram separados em dois grupos, consoante fossem membros da FMUC (Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra, Portugal) ou não. Realizou-se análise estatística descritiva e inferencial dos dados recorrendo ao programa estatístico SPSS (versão 26). Resultados: Numa amostra de 293 respondentes,170 declararam resposta afirmativa à questão “Gosto de jogar jogos de vídeo”. 43 participantes (14.7%) apresentaram uma maior probabilidade de sofrer de PJI. Esta percentagem pareceu revelar níveis inferiores de satisfação com a sua funcionalidade familiar (p<0,05) e pertencer ao sexo masculino (p<0,05), não tendo sido verificadas diferenças socioeconómicas significativas entre estes e os indivíduos com menor probabilidade de PJI. Não foram identificadas diferenças significativas entre os indivíduos da população de estudantes da FMUC (Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra, Portugal) e os restantes.Discussão/Conclusão: Concluímos que a prevalência de PJI na nossa amostra foi de 14,7%, superior a muitas outras séries, sendo o sexo masculino e uma pior satisfação com a funcionalidade familiar fatores predisponentes para esta condição. Percebemos que a chave para a diminuição da prevalência de um hábito de jogo patológico pode passar por compreender e melhorar a dinâmica familiar, aumentando o número de atividades e tempo em conjunto, e filtrar os jogos de vídeo a que os mais novos têm acesso, privilegiando aqueles de caráter didático.
Introduction: Internet Gaming Disorder is a condition to be contemplated in the next edition of DSM due to the huge number of hazards associated with video games’ addiction. The aim of this study was to find out the prevalence of Internet Gaming Disorder amongst a convenience sample of Portuguese young adults and comparing this result with their socioeconomic deprivation index and their perception of their families’ functionality.Methods: An on-line invitation asking for participation was launched on social media networks. Two groups were established, depending on whether they were a member of the Faculty of Medicine, University of Coimbra, Portugal (FMUC), or not. Data were studied using the statistics programme SPSS (26th version).Results: A population of 293 was obtained. 170 positively answered positively on practicing on-line gaming. A sample of 43 participants (14,7%) presented with more susceptibility to have Internet Gaming Disorder. These individuals had significantly less satisfaction with their families’ functionality (p<0.05) and were more likely to be males (p<0.05), although there were no statistical differences concerning their socioeconomic deprivation index. No meaningful statistical differences were found between the members of FMUC and the rest of our sample.Discussion/Conclusion: We concluded that 14,7%, more than other series document, of our sample was more prone to suffer from Internet Gaming Disorder and that being male and a having a worse satisfaction with thy family’s functionality plays a role in the development of pathological videogaming. We understood that, in order to diminish the prevalence of Internet Gaming Disorder, we must address all families, improving their dynamics by spending more time together, as well as providing the younger kids with more didactic video games.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98376
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
TRABALHO FINAL MIM.pdf797.22 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

35
checked on Aug 12, 2022

Download(s)

17
checked on Aug 12, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons