Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98333
Title: Ethanol and putrefaction: Medicolegal relevance of the study of different biological samples
Other Titles: Álcool e putrefacção: Relevância médico-legal do estudo de diferentes amostras biológicas
Authors: Castilho, Maria Ana Martins
Orientador: Gonçalves, Francisco Manuel Andrade Corte-Real
Keywords: Concentração de etanol no sangue; Produção postmortem; Ingestão antemortem; Urina; Humor vítreo; Blood alcohol concentration; Postmortem production; Antemortem ingestion; Urine; Vitreous humor
Issue Date: 15-Mar-2021
Serial title, monograph or event: Ethanol and putrefaction: Medicolegal relevance of the study of different biological samples
Place of publication or event: Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, Coimbra
Abstract: Na toxicologia forense postmortem o etanol é a substância mais frequentemente determinada. A sua interpretação é particularmente difícil quando é colhido sangue de cadáveres em putrefação. Nesta situação é de extrema importância a análise de outras amostras biológicas, como a urina e o humor vítreo, que em circunstâncias normais são positivas para etanol apenas quando ocorre ingestão antemortem. A relevância acentua-se quando a concentração de etanol no sangue é menor que 0.5 g/L. Foi realizado um estudo, por um período de 3 anos, tendo os dados sido retirados da informação presente nas requisições recebidas pelo Serviço de Química e Toxicologia Forense do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses de Portugal. Dos casos de putrefação, 66 apresentavam etanol no sangue. Destes, 66.7% tinham uma concentração de etanol entre 0.1 g/L e 0.5 g/L, o que é relevante dado que poderá ter ocorrido produção endógena, tornando a interpretação destes valores desafiante. Esta interpretação pode beneficiar da integração da informação disponível do caso, especialmente da pesquisa de etanol em outras substâncias biológicas. Os dados recolhidos permitiram determinar o número de casos que possuíam uma, duas ou três amostras biológicas e foram escolhidos três casos forenses que representavam cada uma destas categorias, exemplificando situações passíveis de acontecerem no estudo da concentração de etanol em cadáveres putrefactos. Este estudo realça, através da revisão da literatura e dos casos apresentados, que quando a concentração de etanol é abaixo de 0.5 g/L em cadáveres putrefactos, a análise das três amostras biológicas (sangue, urina, humor vítreo) permite apoiar a presumida origem do etanol.
Alcohol is the most determined substance in postmortem toxicology and its interpretation is especially complicated when the blood alcohol concentration (BAC) is determined from corpses in putrefaction. Therefore, it is of high relevance the analysis of other biological samples, as urine and vitreous humor, that in normal situations are only positive for alcohol when antemortem ingestion has occurred. This is important mostly when the BAC is lower than 0.5 g/L. This study was made within a period of 3 years, with data material obtained from the Forensic Chemistry and Toxicology Service of the National Institute of Legal Medicine and Forensic Sciences of Portugal. There were 66 cases of putrefaction with a positive result for alcohol. Of these, 66.7% had a BAC between 0.1 g/L and 0.5 g/L, relevant as endogenous production might have happened, making the interpretation of these values challenging. However, this interpretation can benefit from the integration of the available case information, especially the search for alcohol in other biological samples. Using this data, it was determined how many cases presented one, two and three biological samples and three forensic cases were selected, representing each of these categories, exemplifying situations that can easily occur when studying the BAC of putrefied corpses. This study highlights, through the reviewed literature and the presented cases, that in decomposing bodies, when the BAC is lower than 0.5 g/L, the analysis of all three types of biological samples (blood, urine, vitreous humor) is helpful to reach a conclusion regarding the origin of the alcohol.
Description: Trabalho Final do Mestrado Integrado em Medicina apresentado à Faculdade de Medicina
URI: http://hdl.handle.net/10316/98333
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Tese de Mestrado - Maria Castilho.pdf766.24 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Page view(s)

15
checked on Aug 5, 2022

Download(s)

2
checked on Aug 5, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons