Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/98045
Title: Proporções entre os membros estudo de uma amostra osteológica da Coleção de Esqueletos Identificados Século XXI da Universidade de Coimbra
Other Titles: Study Limb Proportions of an Osteological Sample from the 21st Century Collection of 21st Century Collection of Identified Skeletons of the University of Coimbra
Authors: Amaro, Pedro José Lopes
Orientador: Ferreira, Maria Teresa dos Santos
Wasterlain, Rosa Sofia da Conceição Neto
Keywords: Proporções entre os membros; Tendência secular; População portuguesa; Antropologia forense; Limb propotions; Secular trend; Portuguese population; Forensic anthropology
Issue Date: 29-Nov-2021
Serial title, monograph or event: Proporções entre os membros estudo de uma amostra osteológica da Coleção de Esqueletos Identificados Século XXI da Universidade de Coimbra
Place of publication or event: Universidade de Coimbra
Abstract: The proportions between members are one of the parameters that help us to know the population. Although this is not a typical study in Forensic Anthropology, it is important to know the current populations, because it is from them that the forensic cases come to us. Many of the methods used today to study the skeleton are based precisely on the metric and morphological study of the long bones. Thus, the study of the proportion of the limbs becomes one of the important parameters, since it is through this that relevant information for further studies is obtained. In this sense, this study focuses precisely on the analysis of the proportion between the limbs. This study intends to contribute in part as an adaptation and comparison with the study by Wasterlain (2000), for a better understanding of this relationship in a Portuguese population. The sample comes from the Collection of Identified Skeletons 21st Century of the University of Coimbra (CEI/XXI) on which there is several relevant information for this work, namely the most important ones such as sex, and year of death. (Ferreira et al., 2014; Ferreira et al., 2020). The objectives of this study are to analyze the proportions between the limbs of 178 individuals of both sexes and to compare the results reported by Wasterlain (2000) for a Portuguese sample from the Identified Skeletons Collection of the University of Coimbra, from the late 19th/early 20th century, to assess the possible existence of a secular trend in this parameter. For this purpose, some long bones of the skeleton (humerus, radius, femur and tibia) were measured and the brachial, crural, humerus-femoral and intermembral indices were calculated according to Martin and Saller's (1957) formulas. Descriptive statistics were calculated for each of the indices, and the means calculated for the study sample were found to be close to those reported by Wasterlain (2000). T-tests were also performed to assess sex differences for each of the indices. There were no statistically significant differences between the two samples for the crural and humerus-femoral indices (p > 0.05). On the other hand, the brachial index showed a significant difference between the two sexes in both collections (CEI: p = 0.00; CEI/XXI: p = 0.02), which indicates that women have shorter radii in relation to the humerus than men (distal abbreviation of the upper limb). In conclusion, the results of the proportions between the limbs suggest that the individuals in the 21st century Collection were not very different from the Portuguese living in the late 19th and early 20th century analyzed by Wasterlain (2000).
As proporções entre os membros são um dos parâmetros que nos ajudam a conhecer a população. Apesar de não ser um estudo típico em Antropologia Forense, é importante conhecer as populações atuais, pois é delas que nos chegam os casos forenses. Muitos dos métodos utilizados atualmente para estudar o esqueleto passam precisamente pelo estudo métrico e morfológico dos ossos longos. Sendo assim, o estudo da proporção dos membros torna-se um dos parâmetros importantes, uma vez que é através dele que se obtêm informações relevantes para posteriores estudos. Neste sentido, a realização deste estudo centra-se precisamente na análise da proporção entre os membros. Este estudo pretende contribuir em parte como uma adaptação e comparação com o estudo realizado por Wasterlain (2000), para uma melhor compreensão desta relação numa população portuguesa. A amostra provém da Coleção de Esqueletos Identificados Século XXI da Universidade de Coimbra (CEI/XXI) sobre a qual existem diversas informações relevantes para este trabalho, nomeadamente as mais importantes como o sexo, e o ano de morte. (Ferreira et al., 2014; Ferreira et al., 2021). Os objetivos deste estudo são analisar as proporções entre os membros de 178 indivíduos de ambos os sexos e comparar os resultados relatados por Wasterlain (2000) para uma amostra portuguesa da Coleção de Esqueletos Identificados da Universidade de Coimbra, de finais do século XIX/inícios do século XX, para avaliar a eventual existência de uma tendência secular neste parâmetro. Para tal, mediram-se alguns ossos longos do esqueleto (úmero, rádio, fémur e tíbia) e calcularam-se os índices braquial, crural, úmero-femoral e intermembral de acordo com as fórmulas de Martin e Saller (1957). Foi calculada a estatística descritiva para cada um dos índices, verificando-se que as médias calculadas para a amostra em estudo são próximas às reportadas por Wasterlain (2000). Foram também realizados t-testes para avaliar as diferenças sexuais para cada um dos índices. Não houve diferenças estatisticamente significativas entre as duas amostras no que respeita aos índices crural e úmero-femoral (p > 0,05). Já no índice braquial comprovou-se haver uma diferença significativa entre os dois sexos nas duas coleções (CEI: p = 0,00; CEI/XXI: p = 0.02) o que indica que as mulheres apresentam rádios mais curtos em relação aos úmeros do que os homens (abreviação distal do membro superior). Em conclusão, os resultados das proporções entre os membros sugerem que os indivíduos da Coleção do século XXI não eram muito diferentes dos portugueses que viveram no final do século XIX e início do século XX, analisados por Wasterlain (2000).
Description: Dissertação de Mestrado em Antropologia Forense apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10316/98045
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Pedro Amaro (2).pdf819.02 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

25
checked on Aug 12, 2022

Download(s)

15
checked on Aug 12, 2022

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons