Title: Factores cognitivos de vulnerabilidade para a depressão: Estudo da sua interacção com os acontecimentos de vida
Authors: Gouveia, José Augusto da Veiga Pinto de 
Keywords: Psicologia Clínica
Issue Date: 25-Sep-1990
Abstract: Num estudo prospectivo longitudinal foram investigadas as influências dos acontecimentos de vida, variáveis cognitivas e interacção entre acontecimentos de vida/variáveis cognitivas na evolução e recaídas de depressões unipolares tratadas com antidepressivos. Nesse sentido, foi utilizada uma amostra de 104 deprimidos que tinham recorrido à consulta externa do Serviço de Psiquiatria do H.U.C. e que foram avaliados no início do episódio depressivo, durante o período de tratamento, na altura de remissão e no fim do primeiro e segundo ano de seguimento. Dois grupos de comparação foram constituídos por 62 doentes psiquiátricos não deprimidos e 77 indivíduos normais. Na avaliação foram utilizados os seguintes instrumentos: uma Entrevista clínica estruturada e o BDI (Beck e col. 1961) para avaliação e quantificação da depressão; o Inventário de Acontecimentos de Vida (LES; Sarason e col., 1978); e as Escala de Atitudes Disfuncionais (DAS; Weissman, 1979), Inventário Clínico de Auto-Conceito (ICAC; Vaz Serra, 1985) e Inventário de Crenças Pessoais (PBI; Muñoz, 1977), para avaliação das variáveis cognitivas. Os resultados mostraram que Atitudes Disfuncionais Elevadas (especialmente atitudes de omnipotência, necessidade de aprovação pelos outros e perfeccionismo) e um Auto-conceito com baixas expectativas de auto-eficácia e aceitação pelos outros, são variáveis cognitivas que nos deprimidos em remissão se mostram fortemente associadas à futura recaída, apoiando assim a hipótese de uma vulnerabilidade cognitiva para a depressão. Nos deprimidos em remissão, a interacção das Atitudes Disfuncionais com os Acontecimentos de Vida Negativos, mostrou um maior poder explicativo da sintomatologia depressiva subsequente que as Atitudes Disfuncionais ou os Acontecimentos de Vida Negativos quando considerados isoladamente, sugerindo que as atitudes disfuncionais funcionam como variáveis mediadoras entre a ocorrência de acontecimentos de vida negativos e a depressão.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia (Psicologia Clínica) apresentada à Fac. de Psicologia e Ciências da Educação da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/977
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.