Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/97229
Title: Avaliação da gestão de resíduos sólidos urbanos na cidade do Lobito-Angola
Authors: Katumua, Alberto Artur
Orientador: Pita, Fernando Antunes Gaspar
Lopes, Ana Maria de Aguiar Castilho Ramos
Keywords: Lobito; resíduos sólidos urbanos; aterros sanitários; lixeiras; Lobito; municipal solid waste; landfills; dumps
Issue Date: Jul-2016
Place of publication or event: Coimbra
Abstract: Os resíduos sólidos urbanos (RSU) em Angola constituem uma das principais preocupações ambientais das autoridades locais. O sistema de gestão dos resíduos sólidos em Angola caracteriza-se quase exclusivamente pela sua recolha e transporte para lixeiras, realizado pelas empresas AmbiÁfrica e Envirobac, sob a supervisão da Administração Local, mas nem todas as áreas periféricas de Lobito beneficiam de sistemas de deposição e gestão dos resíduos. Este estudo tem como objetivo caracterizar o sistema de gestão dos resíduos sólidos urbanos na cidade do Lobito. Analisar as práticas atuais do sistema de descarte dos resíduos, sistema de recolha, transporte e deposição final dos resíduos. Pretende-se também avaliar o conhecimento da população em relação ao tema da gestão de resíduos, a sua satisfação com o atual sistema de gestão e a sua disposição em aceitar e colaborar com novas ferramentas de gestão. A questão em análise (a gestão de RSU no Lobito) é de certa maneira complexa em função de alguns aspetos intervenientes e para tal realizaram-se entrevistas da população e foram feitos inquéritos por questionário a 102 moradores nas duas zonas da cidade, de ambos os sexos, sem esquecer as observações diretas e imagens fotográficas das zonas em estudo no documento. Os resultados obtidos junto dos inquiridos revela que a grande maioria deposita o lixo cada 3 dias, em contentores privados que se situam a menos de 50 m da sua residência, demorando no trajeto menos de 20 minutos. Apenas existe separação de resíduos em 2% dos casos, sendo o destino preferencial dos resíduos separados a alimentação de animais e a reutilização de embalagens. A queima de lixo é praticada em 45% dos casos, sendo realizada em terrenos baldios. As observações de campo e os resultados dos indicadores angolanos sobre o destino dos resíduos (INE, 2014) não corroboram estas conclusões. Atendendo ao rácio de habitantes por contentor, para uma cidade com a dimensão da cidade do Lobito, e à quantidade de resíduos observados no chão, ao longo das estradas e junto aos mercados não parece credível que a deposição de RSU se faça quase exclusivamente em contentores.
The management of municipal solid waste in Angola is a major concern for the authorities. The solid waste management system in the municipality of Lobito, Benguela province, is characterized only by the collection, transport and deposition of trash in the usual dump, located north of Lobito. The collection of containers and the cleaning system is accomplished by the companies AmbiÁfrica and Envirobac under the supervision of Local Government, however not all the peripheral areas benefit from the deposition system and waste management. Contrary to the landfill, dumps are potential sources of environmental problems and may have impacts on the soil and groundwater. The issue under examination (RSU-Lobito management) is a complex one. So, a survey was made by questionnaire to 102 residents of both genders, in the urban and peripheral areas of Lobito, without forgetting the direct observation, and the analysis of photographic images of the studied areas. The results obtained from the respondents revealed that most of them deposit the trash every 3 days, in private containers that are located less than 50 meters from their residence, taking the path less than 20 minutes. There is only waste separation in 2% of cases, the preferred destination of the separated waste is animal feed and reuse of packaging. Garbage burning is practiced in 45% of cases being held in wastelands. Field observations and the results of the Angolan indicators on the disposal of waste (INE, 2014) do not support these conclusions. Given the ratio of inhabitants per container for a city with the size of the city of Lobito and the amount of residues observed on the ground, along the roads and around the markets it does not seem credible that the deposition of MSW is done almost exclusively in containers.
Description: Dissertação de Mestrado em Geociências, Ambiente e Ordenamento, apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.
URI: http://hdl.handle.net/10316/97229
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FCTUC Ciências da Terra - Teses de Mestrado
UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Tese_Alberto_FINAL2016(1).pdf1.8 MBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Page view(s)

52
checked on Sep 17, 2022

Download(s)

14
checked on Sep 17, 2022

Google ScholarTM

Check


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.