Title: Criança asmática: Subsídios para a compreensão das interrelações familiares da criança asmática
Authors: Silva, Madalena Moutinho Alarcão e 
Orientador: Dias, Carlos Amaral
Keywords: Psicologia Clínica
Issue Date: 6-Dec-1991
Citation: SILVA, Madalena Moutinho Alarcão e - Criança asmática: Subsídios para a compreensão das interrelações familiares da criança asmática. Coimbra: ed. aut., 1991. 211 p.
Abstract: O interesse da autora pelas interrelações familiares da criança asmática, inscrito no contexto da sua actividade clínica, conduziu-a à realização de um estudo comparativo de 100 sujeitos, de idades compreendidas entre os 4 e os 10 anos, 50 dos quais com diagnóstico médico de asma. A amostra é composta por 60% de rapazes e 40% de raparigas. Os instrumentos utilizados incluiram a passagem do Family Relations Test e de um inquérito avaliativo de alguns aspectos psicossociais, familiares e desenvolvimentais. Tendo submetido à Análise Factorial de Correspondências Múltiplas os dados assim obtidos, a autora conclui pela possibilidade de distinção clara entre os dois grupos de crianças. A criança asmática evidencia uma clara e curiosa inibição da sua vida afectiva, em nítido contraste com aquela que não sofre de asma. Consequentemente, faz um uso mais claro de mecanismos de defesa, tais como a negação, a idealizaçãao e o deslocamento, face à invasão de sentimentos fortemente erotizados ou agressivos. A dependência da criança asmática face ao seu meio familiar e à mãe é claramente explicitada neste estudo. O maior concretismo e colagem à realidade encontrados entre os asmáticos, aliados à ausência de discrepância entre o investimento realizado e percebido, traduzem uma tendência para o conformismo relacional. Contrariamente ao que acontece no grupo não asmático, os asmáticos apresentam, com uma sistematicidade impressionante, um conjunto de outras doenças ou sintomas associados, particularmente psicossomáticos. Desta trama de vulnerabilidade psico-familiar emergem, ainda, uma gravidez difícil, alguns problemas no desenvolvimento péri ou pós natal, ou mesmo na primeira infância, e uma estrutura familiar de risco. Interpretando os dados obtidos de acordo com os modelos sistémico e psicodinâmico, a autora sublinha o valor comunicativo particular que a asma da criança assume no jogo circular das interacções familiares. Nexte contexto, considera as psicoterapias de orientação analítica e a terapia familiar sistémica como os recursos terapêuticos mais interessantes para o tratamento cabal da asma e da organização psicossomática que lhe subjaz.
Description: Tese de doutoramento em Psicologia (Psicologia Clínica) apresentada à Fac. de Psicologia e de Ciências da Educação da Univ. de Coimbra
URI: http://hdl.handle.net/10316/969
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:FPCEUC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ficheiro_temporario.pdf8.8 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record
Google ScholarTM
Check
Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.