Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96540
Title: Subgroups and team effectiveness: the mediating role of affective commitment.
Other Titles: Subgrupos e eficácia das equipas: o papel mediador do comprometimento afetivo.
Authors: Pereira, Beatriz dos Reis
Orientador: Berger, Rita
Rebelo, Teresa Manuela Marques Santos Dias
Keywords: Grupos de trabalho/equipas; Subgrupos; Comprometimento afetivo; Eficácia; Desempenho e satisfação das equipas; Work groups/teams; Subgroups; Affective Commitment; Effectiveness; Performance and team satisfaction
Issue Date: 6-Jul-2021
Serial title, monograph or event: Subgroups and team effectiveness: the mediating role of affective commitment.
Place of publication or event: Universidade de Coimbra - Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
Abstract: O principal objetivo deste estudo é esclarecer os mecanismos que ligam a formação de subgrupos à eficácia grupal, assumindo o comprometimento afetivo da equipa como o mediador. Assim, o modelo que este estudo pretende testar é um modelo de mediação, onde é testado se a existência de subgrupos numa equipa afeta negativamente o comprometimento dos membros para com a equipa como um todo, e se isso afeta o vínculo afetivo dos membros para a equipa em geral, levando a uma perda de eficácia da equipa. Esta pesquisa foca-se numa análise a nível grupal. A amostra é composta por 124 equipas de diferentes sectores, de 83 organizações portuguesas. Os líderes da equipa forneceram dados em relação ao desempenho da equipa, enquanto os membros das equipas foram questionados sobre a satisfação, o comprometimento afetivo da equipa e a perceção dos subgrupos. Dois modelos de mediação simples foram testados usando o PROCESS. Esta pesquisa contribui para melhor compreender o impacto da fragmentação interna das equipas e a sua eficácia, por meio da análise do comprometimento afetivo da equipa como potencial mediador dessa relação e das relações entre essas variáveis. Simultaneamente, também contribuirá para a compreensão do papel do comprometimento afetivo da equipa como mediador. Os resultados revelaram que o comprometimento afetivo da equipa medeia totalmente a relação entre a perceção dos subgrupos e ambos os critérios de eficácia grupal (desempenho da equipa e satisfação da equipa). Os resultados revelaram que quando os membros percebem a formação de subgrupos, o comprometimento afetivo dos membros é afetado negativamente e, consequentemente, verificam-se perdas da eficácia grupal, ou seja, quanto mais comprometida está a equipa, maior o desempenho desta.
The main goal of this research is contributing to clarify the mechanisms that link the formation of subgroups to team effectiveness, taking affective team commitment as the mediator. Thus, the model that this study aims to test is a mediation model, where it is hypothesized that the existence of subgroups in a team negatively affects the commitment of members to the team as a whole, and that by affecting the members’ affective bond towards the overall team, indirectly leads to a loss of team effectiveness. This research is focus on a group level analysis. The sample is composed of 124 teams, working in different sectors from 83 Portuguese organizations. Team leaders have provided data concerning team performance, while the teams’ members were surveyed about the team’s satisfaction, the team’s affective commitment and the perception of subgroups. Two simple mediation models were tested using PROCESS. This research contributes to better understand the impact of the internal fragmentation of work teams on their effectiveness, through the analysis of affective team commitment as a potential mediator of this relationship and of the relationships between these variables. Simultaneously, it will also contribute to understanding the role of affective team commitment as a mediator. The results revealed that affective team commitment fully mediates the relationship between the subgroups perception and both group effectiveness criteria (team performance and team satisfaction). The results revealed that when members perceived the subgroups formation, the affective commitment of members is affected negatively to the team, and consequently, team losses effectiveness, which means, making the team more committed to the team, the team performance would be enhanced.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/96540
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Master Thesis_Beatriz Pereira.pdf503.52 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons