Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96537
Title: O PAPEL DA COPARENTALIDADE NA PARENTALIDADE CONSCIENTE
Other Titles: THE ROLE OF COPARENTING IN MINDFUL PARENTING
Authors: Mourão, Daniela Sousa Casaca Rebelo
Orientador: Moreira, Helena Teresa da Cruz
Canavarro, Maria Cristina Cruz Sousa Portocarrero
Keywords: PCPQ-PT; coparentalidade apoiante; sintomatologia ansiosa e/ou depressiva parental; parentalidade consciente; estudo de validação; PCPQ-PT; supportive coparenting; anxious and/or depressive parental symptomatology; mindful parenting; validation study
Issue Date: 28-Jul-2021
Serial title, monograph or event: O PAPEL DA COPARENTALIDADE NA PARENTALIDADE CONSCIENTE
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: Objetivos: Este estudo procurou aumentar a investigação sobre a coparentalidade e a parentalidade consciente. Num primeiro estudo, procurou-se validar para a população portuguesa um instrumento de avaliação da coparentalidade , o Questionário de Perceções Parentais da Coparentalidade (PCPQ-PT). Foi também desenvolvido um segundo estudo para compreender melhor o papel que a coparentalidade apoiante pode desempenhar na relação entre a sintomatologia ansiosa e/ou depressiva parental e a parentalidade consciente. Método: Foram conduzidos dois estudos transversais em pais fluentes na língua portuguesa, com filhos entre 1 e 13 anos. No primeiro estudo, os participantes completaram o PCPQ-PT e instrumentos de autorresposta que avaliam a parentalidade consciente, a regulação emocional parental e o stress parental e realizaram-se análises estatísticas para analisar as propriedades psicométricas da versão portuguesa do PCPQ. No segundo estudo, os sujeitos completaram instrumentos de autorresposta que avaliam a ansiedade e/ou depressão, a coparentalidade apoiante e a parentalidade consciente e realizaram-se análises estatísticas para estudar o papel mediador da coparentalidade apoiante na relação entre a sintomatologia ansiosa e/ou depressiva parental e a parentalidade consciente. Resultados: no primeiro estudo verificou-se que o PCPQ-PT é melhor representado por um fator geral (Coparentalidade Apoiante) do que pelos dois fatores específicos (Comportamentos Apoiantes e Comportamentos Não Apoiantes). O PCPQ-PT demonstrou ser uma medida fiável da qualidade da coparentalidade e verificou-se a validade de construto deste instrumento. Adicionalmente, no segundo estudo, verificou-se um efeito direto significativo da sintomatologia ansiosa e/ou depressiva na parentalidade consciente e um efeito indireto significativo da sintomatologia ansiosa e/ou depressiva na parentalidade consciente através da coparentalidade. Conclusões: Os resultados do primeiro estudo demonstram que versão portuguesa do PCPQ é um instrumento de avaliação adequado para medir a qualidade da coparentalidade. Além disto, os resultados obtidos no segundo estudo enfatizam a relevância de intervir em populações de pais, especificamente, reduzir a sintomatologia ansiosa e/ou depressiva, bem como fomentar competências de coparentalidade apoiante e parentalidade consciente.
Objectives: This study aimed to extend the research on coparenting and mindful parenting. In a first study, we sought to validate for the Portuguese population an instrument for assessing coparenting, the Parents’ Perceptions of the Coparenting Relationship questionnaire (PCPQ-PT). A second study was also developed to better understand the role that supportive coparenting can play in the relationship between anxious and/or depressive parental symptoms and mindful parenting. Method: Two cross-sectional studies were conducted in parents fluent in Portuguese, with children aged between 1 and 13 years old. In the first study, the participants completed the PCPQ-PT and self-reported measures assessing mindful parenting, parental emotional regulation and parental stress and statistical analyses were performed to analyze the psychometric properties of the Portuguese version of the PCPQ. In the second study, the subjects completed self-reported measures assessing anxiety and/or depression, supportive coparenting and mindful parenting, and statistical analyses were performed to study the mediating role of supportive coparenting in the relationship between anxious and/or depressive parental symptoms and mindful parenting. Results: It was found that the PCPQ-PT is better represented by a general factor (Supportive Coparenting) than by the two specific factors (Supportive Behaviors and Reduced Supportive Behaviors). The PCPQ-PT proved to be a reliable measure of the quality of coparenting and the construct validity of this instrument was verified. Additionally, there was a significant direct effect of anxious and/or depressive symptomatology on mindful parenting and a significant indirect effect of anxious and/or depressive symptomatology on mindful parenting through supportive coparenting. Conclusions: The results of the first study demonstrate that the Portuguese version of the PCPQ is an appropriate assessment instrument to measure the quality of coparenting. In addition, the results obtained in the second study emphasizes the relevance of intervening in populations of parents, specifically, to reduce anxious and/or depressive symptomatology, as well as to foster supportive coparenting skills and mindful parenting.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/96537
Rights: embargoedAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat Login
Dissertação de Mestrado Daniela Mourão.pdf838.97 kBAdobe PDFEmbargo Access    Request a copy
Show full item record

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons