Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10316/96470
Title: Unwrapping the influence of proactive personality on job satisfaction during organizational socialization: Examining the intervening effects of person-environment fit
Other Titles: Influência da personalidade proactiva na satisfação no trabalho durante a socialização organizacional: Análise do papel mediador de person-environment fit
Authors: Soares, Sofia Martins de Pinho
Orientador: Rodrigues, Nuno Miguel Vieira
Rebelo, Teresa Manuela Marques Santos Dias
Keywords: Personalidade proativa; Perceções de fit; Satisfação no trabalho; Newcomers; Socialização organizacional; Proactive personality; Perceived fit; Job satisfaction; Newcomers; Organizational socialization
Issue Date: 26-Feb-2021
Serial title, monograph or event: Unwrapping the influence of proactive personality on job satisfaction during organizational socialization: Examining the intervening effects of person-environment fit
Place of publication or event: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
Abstract: This study focuses on the mediating role of person-environment perceived fit on the relationship between proactive personality and job satisfaction, in the organizational socialization context. Specifically, it follows Cable and DeRue (2002) perceived fit framework to examine the specific underlying mechanisms of person-organization fit (P-O fit) and of person-job fit (P-J fit), operationalized through its specific subdimensions of demands-abilities fit (D-A fit) and needs-supplies fit (N-S), in this link. Using a sample of 151 undergraduate trainees that were completing their final master’s internship in different organizations, data was collected in two different phases, using a predictive design. The first phase was implemented at the beginning of the internships to assess newcomers’ levels of proactive personality, whereas their fit and job satisfaction were measured in the second phase, which took place five months later. Results showed a positive and significant link between proactive personality and job satisfaction, supporting the validity of this disposition for predicting such key attitudinal outcome in the frame of organizational socialization. Similarly, proactive personality was found to be positive and significantly linked with P-O fit and N-S fit. Further mediation analysis revealed that, as hypothesized, this relationship is fully mediated by N-S fit. However, contrary to what was posited, P-O fit and D-A fit did not stand as mediating mechanisms of this link. The implications of these results for understanding the role of perceived fit in the link between proactive personality and job satisfaction, during the socialization stage, are presented and discussed along with their practical implications for newcomer’s adjustment and success.
Este estudo foca-se no papel mediador das perceções individuais de person-environment fit na relação entre a personalidade proactiva e a satisfação no trabalho, no contexto da socialização organizacional. Mais especificamente, este segue a conceptualização de fit subjetivo de Cable e DeRue (2002) para avaliar os mecanismos específicos de person-organization fit (P-O fit), e de person-job fit (P-J fit), operacionalizado nas suas subdimensões de demands-abilities fit (D-A fit) e needs-supplies fit (N-S fit), como mediadores desta relação. Partindo de uma amostra de 151 estudantes do ensino superior que se encontravam a realizar o seu estágio curricular em diferentes organizações no âmbito dos seus cursos de mestrado, os dados foram recolhidos em duas fases distintas, seguindo-se um design de investigação preditivo. A primeira fase foi implementada no início dos respetivos estágios, de forma a avaliar os níveis de personalidade proativa dos estagiários, enquanto que as suas perceções de fit e de satisfação no trabalho foram medidas na segunda fase, que ocorreu após cinco meses. Os resultados mostraram uma relação positiva e significativa entre a personalidade proactiva e a satisfação no trabalho, suportando a validade desta disposição individual para a predição desta variável critério no decurso da socialização organizacional. Do mesmo modo, a personalidade proactiva relacionou-se de forma positiva e significativa com as dimensões subjetivas de P-O fit e o N-S fit. Adicionalmente, as análises de mediação revelaram, tal como hipotetizado, que a relação entre a personalidade proactiva e a satisfação no trabalho é totalmente mediada pela dimensão de N-S fit. No entanto, contrariamente ao estabelecido pelas restantes hipóteses de investigação, as dimensões de P-O fit e de D-A fit não emergiram como mecanismos psicológicos subjacentes a esta relação. As implicações teóricas destes resultados para a compreensão do papel das perceções de fit na relação entre a personalidade proativa e a satisfação no trabalho durante a fase de socialização organizacional são apresentadas a discutidas, a par com as suas implicações práticas para o ajustamento e sucesso dos novos colaboradores, no decurso do seu processo de entrada nas organizações.
Description: Dissertação de Mestrado Integrado em Psicologia apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
URI: http://hdl.handle.net/10316/96470
Rights: openAccess
Appears in Collections:UC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat
Dissertação Mestrado Sofia Soares.pdf870.52 kBAdobe PDFView/Open
Show full item record

Google ScholarTM

Check


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons